Informática e saúde mental: caminhos de uma oficina

Deise Juliana Francisco, Margarete Axt, Cleci Maraschin

Resumo


O presente artigo discute aspectos da realização de uma oficina de informática
com pessoas em sofrimento psíquico. A oficina foi desenvolvida no contexto de um projeto
de extensão universitária, realizado em uma cidade do interior do RS. Analisa-se aqui a
inserção na rede de 30 participantes e a produção dos mesmos no tocante a produções tanto
individuais quanto coletivas, a partir de arquivos salvos na rede local.
Discute-se teórico-metodologicamente a viabilidade do uso de recursos informatizados
como ferramenta para habilitação psicossocial de pessoas em sofrimento psíquico, bem
como a importância da criação de novas ferramentas e atividades para promoção da saúde
mental.

Palavras-chave


saúde mental, tecnologia, oficina

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.14303

Direitos autorais



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br