Formação de professores na perspectiva da biologia do amor e do fluir em ambientes informatizados

Autores

  • Margareth de Fátima Maciel
  • Liliam Faccin

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.13609

Palavras-chave:

autopoiese, formação docente, informática educacional, prática pedagógica

Resumo

Esse texto apresenta uma discussão sobre a formação de professores para a utilização
da informática na escola a partir da teoria da autopoiese e do fluir, destacando
que essa formação configura-se como elemento fundamental para uma mudança
na prática pedagógica. A prática, por sua vez, parece estar relacionada às concepções
subjacentes ao fazer do professor, ou seja, à realização de uma atividade educacional
que valorize as capacidades individuais e coletivas dos alunos e seja baseada
na compreensão das condições, limites e possibilidades de cada um considerando
a afetividade, a responsabilidade e a democracia elementos que viabilizam o
desenvolvimento global e qualitativo do ser humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-21

Como Citar

MACIEL, M. de F.; FACCIN, L. Formação de professores na perspectiva da biologia do amor e do fluir em ambientes informatizados. RENOTE, Porto Alegre, v. 7, n. 3, p. 570–580, 2009. DOI: 10.22456/1679-1916.13609. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/13609. Acesso em: 30 nov. 2022.