Uma prática pedagógica para o ensino e aprendizagem de química ambiental

Autores

  • Aline Grunewald Nichele IFRS - Campus Porto Alegre
  • Letícia Zielinski do Canto IFRS - Campus Porto Alegre

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.110297

Palavras-chave:

Ensino e aprendizagem de química, educação digital, poluentes orgânicos persistentes.

Resumo

Considerando as possibilidades educacionais viabilizadas pelas tecnologias digitais TD) na educação em Química, elaborou-se uma prática pedagógica na perspectiva da aprendizagem significativa, a partir de um ambiente interdisciplinar e colaborativo, para ser aplicada no contexto da sala de aula presencial ou virtual. A temática desenvolvida foi o estudo de Poluentes Orgânicos Persistentes (POP’s), no âmbito de uma disciplina de Química Ambiental de um curso de formação inicial de professores de Ciências da Natureza. Pretendendo-se melhorar a prática, considerando conjuntamente processos e produtos, essa estratégia constituiu-se numa pesquisa-ação. Nesse artigo descreve-se como foi desenvolvida esta prática pedagógica, composta por nove etapas, que envolveram a criação de um “repositório” de materiais, a apropriação do tema (POP´s) e a construção de um produto educacional. A partir do desenvolvimento dessas etapas em sala de aula com o apoio de TD, bem como da investigação, seleção de materiais, socialização de informações e sucessivas reflexões coletivas sobre o tema POP’s, foi colaborativamente criado um painel digital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-04

Como Citar

GRUNEWALD NICHELE, A.; ZIELINSKI DO CANTO, L. Uma prática pedagógica para o ensino e aprendizagem de química ambiental. RENOTE, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 560–569, 2021. DOI: 10.22456/1679-1916.110297. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/110297. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Tecnologias móveis e mobile learning na formação