Aplicando Mineração de Dados Educacionais para a Redistribuição dos Distritos de Educação de Fortaleza

Autores

  • Marcos Vinicius de Andrade Lima UECE
  • Thales Mesquita Sousa UECE
  • João Batista Carvalho Nunes UECE

DOI:

https://doi.org/10.22456/1679-1916.110253

Palavras-chave:

Mineração de Dados Educacionais, Políticas Educacionais, Distrito de Educação.

Resumo

É importante que órgãos governamentais no setor educacional tenham embasamento de estudos que envolvam políticas públicas educacionais para a tomada de decisão. A cidade de Fortaleza abriga a quarta maior rede municipal de ensino do País e possui apenas seis Distritos de Educação para dar suporte às escolas. Esta pesquisa busca, por meio da Mineração de Dados Educacionais, mostrar o número e a localização geográfica ideais dos Distritos de Educação, de modo que eles melhor atendam o parque escolar instalado na cidade. Recorreu-se, então, a algoritmos de agrupamento não supervisionado (K-Means, Bisecting K-Means e Gaussian Mixture Model). Os achados da pesquisa estão em sintonia com a nova divisão de Fortaleza em 12 regiões e auxiliam no planejamento de futura redistribuição dos Distritos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-04

Como Citar

VINICIUS DE ANDRADE LIMA, M.; MESQUITA SOUSA, T.; BATISTA CARVALHO NUNES, J. Aplicando Mineração de Dados Educacionais para a Redistribuição dos Distritos de Educação de Fortaleza. RENOTE, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 346–357, 2021. DOI: 10.22456/1679-1916.110253. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/110253. Acesso em: 24 maio. 2022.

Edição

Seção

Mineração de dados educacionais