ÁREA DE HEXÁGONOS ATRAVÉS DA DECOMPOSIÇÃO EM TRIÂNGULOS: UM ESTUDO A PARTIR DO SOFTWARE GEOGEBRA

Juliana Gabriele Kiefer, Rita de Cássia Pistóia Mariani, Maria Arlita da Silveira Soares

Resumo


Este artigo tem por objetivo investigar se e como licenciandos em Matemática mobilizam representações semióticas ao realizarem uma atividade adaptada da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que explora área de hexágonos a partir da decomposição em triângulos, com o apoio do software GeoGebra. Para tanto, toma-se como aporte teórico os Registros de Representação Semiótica (RRS). A pesquisa caracteriza-se como qualitativa e segue pressupostos da Análise de Conteúdo. Os resultados indicam que as apreensões sequencial, perceptiva, discursiva e operatória foram mobilizadas, sendo que a perceptiva e a operatória foram as mais enfatizadas. Além disso, o software auxiliou de modo expressivo na resolução da atividade, pois tornou a atividade dos alunos mais experimental e exploratória, possibilitando a mobilização das representações semióticas.


Palavras-chave


área; registros de representação semiótica; apreensões; GeoGebra.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.106007

Direitos autorais 2020 RENOTE



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br