Sensibilidade ao contexto na identificação de estados afetivos aplicados à educação: um mapeamento sistemático

Sandro Oliveira Dorneles Sandro Oliveira Dorneles, Debora Nice Ferrari Barbosa, Jorge Luís Victória Barbosa

Resumo


Estudos apontam como tendência o uso de lentes emocionais e a relevância das emoções ou estados afetivos para as interações educacionais. Aliado a isso, e considerando as potencialidades da computação ubíqua e afetiva, cresce o entendimento da importância do uso de informações contextuais na identificação de sinais afetivos e sociais. Dessa forma, esse estudo apresenta uma revisão da literatura sobre o uso de informações de contextos na identificação de estados afetivos em ambientes educacionais. Os resultados indicam que os trabalhos fazem uso de canais visuais (50%) e fisiológicos (50%) associados principalmente a informações de contexto, relacionadas a atividades e identidade na detecção de estados afetivos. A revisão identificou ainda, o uso de 27 diferentes estados afetivos com predominância na valência das emoções positivas como felicidade e satisfação ou negativas como frustração e decepção.


Palavras-chave


computação afetiva, sensibilidade ao contexto, estados afetivos, ambientes de aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.105921

Direitos autorais 2020 RENOTE



RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação      ISSN 1679-1916

A RENOTE, possui a nota Qualis B1 (Ensino) e B1 (Interdisciplinar) no Sistema de Avaliação da CAPES.

Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação (CINTED) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Avenida Paulo Gama, 110 - Anexo III – 3o andar
Porto Alegre, RS, Brasil – CEP: 90040-060

Telefone: (51) 3308-4100
E-mail: renote@cinted.ufrgs.br