MODELOS DE RETENÇÃO DE ESTUDANTES: ABORDAGENS E PERSPECTIVAS

Oberdan Santos Costa, Luis Borges Gouveia

Resumo


Diferentes abordagens e perspectivas têm sido utilizadas nos modelos teóricos de retenção de estudantes nas últimas oito décadas, com foco nas altas taxas da evasão de estudante no ensino superior. Muitas dessas abordagens e perspectivas parecem ser pouco conhecidas dos educadores, administradores e formuladores de políticas das instituições de ensino em função das suas complexidades. Alguns pesquisadores, preocupados com as questões de evasão escolar, estão saindo de uma abordagem com perspectiva pontual para uma abordagem mais abrangente e integrativa, preocupada com soluções mais construtivas. Esse estudo tem como objetivo identificar e compreender as perspectivas dos modelos teóricos de retenção e fornecer aos educadores, administradores e formuladores de políticas uma visão abrangente dos principais modelos teóricos de retenção de estudantes, considerando as abordagens e perspectivas para auxiliar nas questões relativas à evasão de estudante.A pesquisa resultou em vinte e três modelos teóricos de retenção com suas respectivas abordagens e perspectivas.


Palavras-chave


retenção; estudantes;abordagens;perspectivas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




REAd - Revista Eletrônica de Administração 

Escola de Administração - UFRGS |

Rua Washington Luiz, 855 - 1° Andar - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90010-460

Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br