ESTUDO EM CLUSTERS TECNOLÓGICOS IBERO AMERICANOS

Fabio Lamartine Barbosa Toledo, Keller Mafioletti, Mohamed Amal, Marianne Hoeltgebaum

Resumo


O presente artigo analisa o índice de especialização e sua relação com inovação, internacionalização e a qualificação. Limitando-se a alguns setores inseridos nos clusters tecnológicos das regiões de Florianópolis/SC, Recife/PE, Região do Porto/Portugal e Região da Cataluña/Espanha, buscou-se verificar como o desenvolvimento da inovação (patentes submetidas), a internacionalização (volume de exportação) e a qualificação (mestres e doutores) nestas regiões relaciona-se com o índice de especialização das mesmas. Utilizou-se neste estudo um recorte longitudinal, no qual a evolução do índice de especialização foi analisado ao longo de um período de quatro anos e confrontado com os indicadores: qualificação, internacionalização e inovação. Foram formuladas três hipóteses, as quais foram testadas por meio do tratamento dos dados obtidos nas regiões dos quatro clusters pesquisados.


Palavras-chave


Cluster; Inovação; Internacionalização; Qualificação; Polo Tecnológico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




REAd - Revista Eletrônica de Administração 

Escola de Administração - UFRGS |

Rua Washington Luiz, 855 - 1° Andar - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90010-460

Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br