A RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA (RSC) COMO ELEMENTO DE ATRAÇÃO DE TALENTOS: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DESTAQUES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

Ângela Beatriz Scheffer Garay

Resumo


Este artigo apresenta um estudo que buscou conhecer a percepção de jovens talentos do curso de administração de empresas sobre a importância que dão ao posicionamento socialmente responsável no momento de escolha da empresa em que gostariam de trabalhar/estagiar. Queria-se verificar se a Responsabilidade Social Corporativa (RSC) constitui-se em um fator de atração para os jovens talentos. Entre os principais resultados do estudo encontram-se: Quando escolhem uma empresa, dão à questão da RSC uma importância média; RSC apareceu como fator mais importante para a retenção do que para a atração de jovens talentos. Como os principais fatores pesados no momento de escolha apareceram a possibilidade de ascensão na carreira, os benefícios e a remuneração que a empresa oferece, a reputação da empresa no mercado, bem como ter investimentos em treinamento e desenvolvimento. Outro destaque foi a identificação de que a preocupação maior dos jovens está em relação à conduta da empresa com os funcionários (dimensão interna da Responsabilidade Social), dados estes que reforçam a importância das políticas de RH como fator de atração e retenção de talentos.

Palavras-chave


Responsabilidade Social Corporativa; Recursos Humanos; Políticas de Recursos Humanos; Atração e retenção de talentos; Imagem corporativa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



REAd - Revista Eletrônica de Administração
Escola de Administração | Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Rua Washington Luiz, 855 - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90.010-460

Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br