DESAFIOS À EXPORTAÇÃO INDUSTRIAL DE PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS BRASILEIRAS

Lia Hasenclever

Resumo


TEXTO (PDF) TAMBÉM DISPONÍVEL EM INGLÊS

O objetivo dessa comunicação é compreender os principais desafios a uma maior participação das pequenas e médias empresas (PME’s) na exportação da indústria brasileira. As pequenas empresas industriais responderam por somente 5% do total exportado em 2004. Não obstante ter havido uma expansão generalizada das exportações brasileiras com um crescimento do número de empresas que participam do comércio exterior, independente de porte. Através da identificação dos fatores de sucesso e fracasso em experiências nacionais e internacionais, analisou-se os consórcios de exportação de confecções em Campina Grande, Paraíba, e em Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Os dois principais resultados obtidos são os seguintes: primeiro, conforme apontado pela literatura, a desvantagem de escala, tecnologia e qualificação de funcionários são uma barreira para a informação. Segundo, em ambos os casos analisados, os empresários não conseguem perceber os benefícios em adotar um comportamento cooperativo no processo de tomada de decisão, preferindo atuarem de forma isolada e individual. Esta atitude acaba frustrando suas tentativas de ampliarem o acesso aos mercados externos.


Palavras-chave


arranjos produtivos locais; consórcios de exportação; comportamento cooperativo; competitividade

Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



REAd - Revista Eletrônica de Administração
Escola de Administração | Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Rua Washington Luiz, 855 - Porto Alegre/RS - Brasil | CEP: 90.010-460

Correio eletrônico: ea_read@ufrgs.br