Diversidade, perfis de resistência e virulência de Enterococcus spp. em fezes de morcegos urbanos Tadarida brasiliensis (Brazilian free-tailed bats)

Letícia da Fontoura Xavier Costa, Tiela Trapp Grassotti, Caroline Rossi Canani, Alessandra Danile de Lira, Tiane Martin de Moura, Aline Alves Scarpellini Campos, Jeverson Frazzon, Ana Paula Guedes Frazzon

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil dos enterococos em amostras de fezes de morcegos urbanos Tadarida brasiliensis coletadas no Rio Grande do Sul. Fezes de morcegos foram coletadas e submetidas à identificação das espécies de enterococos e teste de suscetibilidade aos antimicrobianos rifampicina, eritromicina, norfloxacino, ciprofloxacino, tetraciclina ampicilina, cloranfenicol, estreptomicina, gentamicina, linezolida, nitrofurantoína e vancomicina. A presença dos genes de resistência (ermA, ermB, ermC, msrC, vanA, vanB, vanC1, vanC2/3, tetM, tetM e tetS) e virulência (ace, agg, cylA, esp e gelE) foi determinada por PCR. Além disso, o DNA fecal foi extraído e submetido a qPCR e PCR para detectar as espécies E. casseliflavus, E.faecalis, E. faecium, E. gallinarum, E. hirae e E. mundtii e os genes de resistência, respectivamente. Foram isolados 73 enterococos, sendo E. faecalis, E. casseliflavus, E. gallinarum e E. mundtii identificados. Fenótipos de resistência foram observados para rifampicina (n=53), eritromicina (n=32), norfloxacino (n=7), ciprofloxacino (n=6) e tetraciclina (n=1). Dos genes de resistência testados nos isolados resistentes, somente os genes ermC e tetM estavam presentes. Seis E. faecalis suscetíveis à vancomicina foram positivos para vanC1 e vanC2/3. Os genes gelE, ace, agg, cylA e esp foram detectados nos isolados. Nas amostras de DNA fecal, todas as espécies analisadas e os genes ermC, tetM, vanA, vanB e vanC2/3 foram observados. Como conclusão, diferentes espécies de enterococos estão presentes nas fezes de morcegos urbanos de T. brasiliensis. A presença de enterococos resistentes nestes animais pode estar relacionada com ação antropogênica e/ou ligada ao resistoma.


Palavras-chave


Enterococci; vanA; virulence; bats; anthropogenic.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.