Dimensões da desigualdade educacional no Brasil

Gabriela Thomazinho Clementino Sampaio, Romualdo Luiz Portela de Oliveira

Resumo


Analisa três dimensões da desigualdade educacional: de acesso, de tratamento e de conhecimentos. Examina a concepção de igualdade associada a cada dimensão, as principais políticas públicas que visam a reduzi-las e os indicadores utilizados para medi-las. Depois é feita uma discussão sobre a interdependência entre elas e o deslocamento da desigualdade pelas dimensões e níveis de ensino. Conclui-se pela necessidade de um exame mais profundo dos fatores explicativos e consequências de cada dimensão e, ainda, de se discutir os meios mais adequados para a redução da desigualdade educacional.


Palavras-chave


Desigualdade educacional; direito à Educação; qualidade Educacional; políticas educacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRUCIO, F. L. A dinâmica federativa da educação brasileira: diagnóstico e propostas de aperfeiçoamento. In: OLIVEIRA, R. P.; SANTANA, W. (orgs.). Educação e federalismo no Brasil: combater as desigualdades, garantir a diversidade. Brasília: UNESCO, 2010. p. 39-70.

ARRETCHE, M. Federalismo e Igualdade Territorial: uma contradição em termos? DADOS - Revista de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, vol. 53, n. 3, 2010, p. 587 - 620.

BEISIEGEL, C. R. Relações entre a quantidade e a qualidade no ensino comum. In: BEISIEGEL, C. R. A qualidade do ensino na escola pública. Brasília: Liber Livro Editora, 2005. p. 111–122.

BOURDIEU, P. Reprodução Cultural e Reprodução Social. In: BOURDIEU, P. A economia das trocas simbólicas. Tradução e organização: Sergio Miceli. São

Paulo: Perspectiva, 2007. p. 295-336.

BRASIL. Lei no 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Disponível em: . Acessoem: 9 jul. 2015.

BRASIL. Constituição da república Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988. Disponível em:. Acesso em: 9 jul. 2015.

COLEMAN, J. S. Desempenho nas escolas públicas. In: SOARES, J. F.; BROOKE, N. (Org.) Pesquisa em eficácia escolar: origem e trajetórias. Trad: Cleusa Aguiar Crooke e Rômulo Monte-Alto. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. p. 26–32.

CRAHAY, M. Poderá a escola ser justa e eficaz? Da igualdade das oportunidades à igualdade dos conhecimentos. Lisboa: Instituto Piaget, 2000.

DELGADO, V. M. S.; MIRANDA-RIBEIRO, A.; SOARES, J. F. Desigualdade escolar e desempenho. In: FAHEL, M.; RAMBLA, X.; LAZZAROTI, B.; BRONZO, C (orgs.). Desigualdades educacionais e pobreza. Belo Horizonte: Editora PUC Minas, 2013. p. 163 208.

FERNANDES, M. D. E. A valorização dos profissionais da educação básica no contexto das relações federativas brasileiras. Educ. Soc., Campinas, v. 34, n. 125, p. 1095-1111, out. - dez. 2013.

INEP. Censo Escolar da Educação Básica 2013: resumo técnico. Brasília: INEP, 2014. Disponível em < http://portal.inep.gov.br/resumos-tecnicos>. Acesso em: 10 jul. 2015.

MEC (org.). Manifesto dos Pioneiros da educação nova (1932) e dos educadores (1959). Recife: Fundação Joaquim Nabuco, Ed. Massangana, 2010.

MENEZES FILHO, N.; KIRSCHBAUM, C. Educação e desigualdade no Brasil, In: ARRETCHE, M. (org.) Trajetórias das desigualdades: como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. 1. São Paulo: Editora Unesp. 2015. p. 109-132.

NETO, J. J. S.; JESUS, G. R.; KARINO, C. A.; ANDRADE, D. F. Uma escala para medir a infraestrutura escolar. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 24, n. 54, p. 78-99, jan./abr. 2013.

OCDE. Equity and Quality in Education: suporting disadvantaged students and schools. Paris: OECD Publishing, 2012. Disponível em . Acesso em: 29 abr. 2015.

OLIVEIRA, R. P. A utilização de indicadores de qualidade na unidade escolar ou porque o IDEB é insuficiente. In: BAUER, A.; GATTI, B. A. (Orgs.) Vinte e cinco anos de avaliação de sistemas educacionais no Brasil: implicações nas redes de ensino, no currículo e na formação de professores. Florianópolis, Editora Insular, 2013. p. 87-100.

OLIVEIRA, R. P.; ARAUJO, G. C. Qualidade do ensino: uma nova dimensão da luta pelo direito à educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 28, Jan/Fev/Mar/Abr 2005.

OLIVEIRA, R. P.; SOUSA, S. Z. Introdução. In: OLIVEIRA, R. P.; SANTANA, W. (orgs.). Educação e federalismo no Brasil: combater as desigualdades, garantir a diversidade. Brasília: UNESCO, 2010, p. 13-36.

OLIVEIRA, R. P.; BAUER, A.; FERREIRA, M. P.; MINUCI, E. G.; LISAUSKAS, F.; ZIMBARG, R.; CASSETARI, N.; CARVALHO, M.; GALVÃO, F; V; Análise das desigualdades intraescolares no Brasil. Estudos & Pesquisas Educacionais, São Paulo, n.4, nov. 2013.

RIBEIRO, C. C.; CENEVIVA, R.; BRITO, M. M. A. Estratificação educacional entre jovens no Brasil: 1960 a 2010. In: ARRETCHE, M. (org.) Trajetórias das desigualdades: como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. São Paulo: Editora Unesp. 2015, p. 79-108.

RIBEIRO, C. C.; SCHLEGEL, R. Estratificação horizontal da educação superior no Brasil (1960 a 2010). In: ARRETCHE, M. (org.) Trajetórias das desigualdades: como o Brasil mudou nos últimos cinquenta anos. São Paulo: Editora Unesp. 2015. p. 133-162.

SEABRA, T. Desigualdades escolares e desigualdades sociais. Sociologia, problemas e práticas, n. 59, p. 75-106. 2009.

SOARES, J. F. Educação, desigualdade e pobreza. In: EITLER, K.; BRANDÃO, A. P. (orgs.) Por que pobreza?: Educação e desigualdade. Rio de Janeiro: Fundação Roberto Marinho, 2014.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol31n32015.60121

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573