Elaboração de um instrumento para avaliar motivos que podem levar à evasão na educação superior em enfermagem: um estudo metodológico.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol37n12021.107331

Palavras-chave:

Enfermagem, Educação, Educação Superior, Evasão Escolar, Estudantes de Enfermagem.

Resumo

Objetivou-se elaborar um instrumento para avaliar os motivos que podem levar à evasão nos cursos de graduação em enfermagem. Tratou-se de estudo metodológico, seguindo cinco etapas para a elaboração de instrumentos de aferição. Participaram 182 estudantes de uma Universidade Pública. A coleta de dados ocorreu em agosto de 2018 e a análise deu-se a partir de estatística descritiva. Foi elaborado um instrumento composto de 24 questões, cujos fatores foram relacionados ao curso; universidade; professores e colegas; pessoais e/ou sociais; familiares; e referentes a profissão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Merino de Mattos, Universidade Federa do Rio Grande - FURG

Enfermeira graduada pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde - NEPES/FURG. Rio Grande, RS, Brasil. Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no período de 2016 a 2019. Especialista em Enfermagem em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade FUTURA/FAVENI. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) da Escola de Enfermagem (EENF) da Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Edison Luiz Devos Barlem, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Rio Grande (2006), mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande (2009) e doutorado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande (2012). Atualmente diretor da Escola de Enfermagem da FURG; é membro da Sociedade Brasileira de Bioética, membro - International Association for Education in Ethics, membro da Associação Brasileira de Enfermeiros de centro cirúrgico, recuperação anestésica e centro de material e esterilização SOBECC. É professor Associado da Universidade Federal do Rio Grande. Professor Permanente dos programas de Pós-graduação em Enfermagem e do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde da FURG. Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Ética, atuando principalmente nos seguintes temas: ética de enfermagem/saúde, tecnologias educacionais no campo da formação de enfermagem/saúde, exercício de poder e a relação com a organização do trabalho, judicialização em saúde, sofrimento moral, advocacia em saúde e sensibilidade moral.

Simoní Saraiva Bordignon, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2010). Mestre em Ciências pelo Programa de Pós Graduação em Enfermagem (PPGEnf) - UFPel (2012). Doutora em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem -FURG (2016). Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem e Saúde (NEPES). Atualmente é docente da Escola de Enfermagem (EEnf) - FURG, atuando nas disciplinas de Enfermagem na Saúde da Criança e Adolescente I (Graduação); Processo de enfermagem (Graduação); Estágios Supervisionado (Graduação). Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem e Saúde (NEPES).

Jamila Geri Tomaschewski-Barlem, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (2010). Mestre em Enfermagem pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGEnf) - FURG (2012). Doutora em Enfermagem pelo PPGEnf-FURG (2014). Atualmente é docente da Escola de Enfermagem (EEnf) - FURG, atuando nas disciplinas de Enfermagem na Administração das Organizações de Saúde (Graduação); Enfermagem na Administração Hospitalar (Graduação); Organização do Trabalho da Enfermagem/Saúde (Mestrado); Ética no Trabalho da Enfermagem/Saúde (Mestrado/Doutorado). Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem e Saúde (NEPES). Atuou como Coordenadora do Curso de Graduação em Enfermagem (2015-2017); Coordenadora Adjunta do Curso de Graduação em Enfermagem (2017-2019). Tem experiência na área de Enfermagem e Saúde, com ênfase em Educação e Organização do Trabalho da Enfermagem e Saúde, Ética na Enfermagem, Ética na Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: formação profissional na área da saúde, segurança do paciente e gestão de serviços de saúde, advocacia em saúde, problemas morais no trabalho da saúde.

Janaína Sena Castanheira, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal do Rio Grande (2002), Licenciatura em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande (2002), Mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande (2004), Especialização em Saúde Pública pelo Instituto Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (2006), Aperfeiçoamento em Vigilância Sanitária pela Fiocruz (2008). Possui Doutorado em Educação Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande (2011); Professor Associado I da Escola de Enfermagem FURG. Vice-Diretora da Escola de Enfermagem FURG.

Sabrina Santos da Rocha, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem pela Universidade Federal de Pelotas (2007), Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal de Pelotas (2002). Atualmente é enfermeira técnica administrativa em educação da Universidade Federal do Rio Grande, atuando na supervisão de estágio da Escola de Enfermagem. Especialização em Urgência e Emergência. Especialização em Centro Cirúrgico e Central de Material. Residência em Atenção Básica em Saúde Coletiva. Atualmente membro do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos e Pesquisas em Enfermagem e Saúde- NEPES - FURG. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) da Escola de Enfermagem (EENF) da Universidade Federal do Rio Grande - FURG. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) da Escola de Enfermagem (EENF) da Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Referências

AMBIEL, R. A. M.; BARROS, L. O. Relações entre evasão, satisfação com escolha profissional, renda e adaptação de universitários. Psicologia: teoria e prática, São Paulo, v. 20, n. 2, p. 254-267, ago. 2018.

BORGES, A. M. M.; BRITO, R. S.; CHAGAS, S. N. F. Percepção dos estudantes de graduação em enfermagem sobre o trabalho do enfermeiro. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, v. 6, n. 3, p. 2421-2429, 2016.

BRUM, D. V.; GAMENHA, D. E. S.; PEREIRA, M. B. S. Panorama da evasão e permanência no ensino superior no instituto federal de Rondônia–Porto Velho zona norte. Brazilian Applied Science Review, v. 2, n. 1, p. 357-369, 2018.

COSTA, C. R. B. et al. Percepções de discentes de enfermagem sobre fatores geradores de estresse durante a graduação. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, v. 19, p. 1-9, 2018.

COSTA, M. et al. Associação entre estresse e variáveis sociodemográficas em estudantes de enfermagem de uma instituição do paraná. Revista de Enfermagem da UFJF, v. 2, n. 1, p. 9-19, 2016.

COSTA, M.; MOREIRA, Y. B. Saúde mental no contexto universitário. Blucher Design Proceedings, v. 2, n. 10, p. 73-79, 2016.

CHAN, Z. C. Y. et al. Curriculum design and attrition among undergraduate nursing students: A systematic review. Nurse education today, v. 74, p. 41-53, 2019.

DAVOK, D. F.; BERNARD, R. B. Avaliação dos índices de evasão nos cursos de graduação da Universidade do Estado de Santa Catarina–UDESC. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 21, n. 2, 2016.

DEVELLIS, R. F. Scale development: theory and applications. 4. ed. Copyright. Sage; 2017.

DIOGO, M. F. et al. Percepções de coordenadores de curso superior sobre evasão, reprovações e estratégias preventivas. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 21, n. 1, p. 125-151, 2016.

FITZGERALD, H. E. et al. The centrality of engagement in higher education. Journal of Higher Education outreach and engagement, v. 20, n. 1, p. 223-244, 2016.

FREITAS, A. M. C. et al. Percepções de estudantes de enfermagem referente à qualidade de vida na trajetória acadêmica. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 7, n. 2, p. 153-166, 2017.

HIRSCH, C. D. et al. Fatores percebidos pelos acadêmicos de enfermagem como desencadeadores do estresse no ambiente formativo. Texto & Contexto Enfermagem, v. 27, n. 1, 2018.

HOEVE, Y. et al. Nursing students' changing orientation and attitudes towards nursing during education: A two year longitudinal study. Nurse education today, v. 48, p. 19-24, 2017.

HOEVE, Y. T. et al. Dreams and disappointments regarding nursing: Student nurses' reasons for attrition and retention. A qualitative study design. Nurse education today, v. 54, p. 28-36, 2017.

JESUS, I. S. et al. Vivências de estudantes de graduação em enfermagem com a ansiedade. Revista de enfermagem UFPE, v. 9, n. 1, p. 149-155, 2015.

KORHONEN, V. et al. Understanding the multidimensional nature of student engagement during the first year of higher education. Frontiers in psychology, v. 10, 2019.

MACIEL, C. E.; LIMA, E. G. S.; GIMENEZ, F. V. Políticas e permanência para estudantes na educação superior. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação-Periódico científico editado pela ANPAE, v. 32, n. 3, p. 759-781, 2016.

MELLO, S. P. et al. Um panorama da evasão no sul do Brasil: Estudando os cursos superiores de tecnologia em uma universidade pública federal. Congressos CLABES, 3 nov. 2016. Disponível em: http://revistas.utp.ac.pa/index.php/clabes/article/view/997. Acesso em: 01 Set. 2020.

MESQUITA, A. M. et al. Depressão entre estudantes de cursos da área da saúde de uma universidade em Mato Grosso. Journal Health NPEPS, v. 1, n. 2, p. 218-230, 2016.

PORTO, A. M. S.; SOARES, A. B. Diferenças entre expectativas e adaptação acadêmica de universitários de diversas áreas do conhecimento. Aná. Psicológica, Lisboa, v. 35, n. 1, p. 13-24, mar. 2017.

ROOS, E. et al. Attrition of undergraduate nursing students at selected South African universities. Curationis, Pretoria, v. 39, n. 1, p. 1-8, 2016.

SOUTO, R. Q. et al. Metodologias de ensino-aprendizagem sob a perspectiva de discentes de enfermagem. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, v. 19, 2018.

SCARDOELLI, M. G. C. et al. Vivência dos acadêmicos de enfermagem diante das ocorrências de assédio moral. Rev. enferm. UFPE on line, v. 11, n. 2, p. 551-558, 2017.

TARTAVOULLE, T. et al. Predictors of Success in BSN Students. International journal of nursing education scholarship, v. 15, n. 1, 2018.

TOMASCHEWSKI-BARLEM, J. G. et al. Síndrome de Burnout entre estudantes de graduação em enfermagem de uma universidade pública. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 22, n. 6, p. 934-941, 2014.

TURNER, K.; MCCARTHY, V. L. Stress and anxiety among nursing students: A review of intervention strategies in literature between 2009 and 2015, Nurse Education in Practice, v. 22, p. 21-29, 2016.

WAN, C. D. et al. Academic culture in Malaysia: Sources of satisfaction and frustration. Asia Pacific Education Review, v. 16, p. 517-526, 2015.

WRAY, J. et al. Factors affecting the programme completion of pre-registration nursing students through a three year course: A retrospective cohort study. Nurse education in practice, v. 24, p. 14-20, 2017.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Mattos, L. M. de, Barlem, E. L. D., Bordignon, S. S., Tomaschewski-Barlem, J. G., Castanheira, J. S., & Rocha, S. S. da. (2021). Elaboração de um instrumento para avaliar motivos que podem levar à evasão na educação superior em enfermagem: um estudo metodológico. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 37(1), 373–393. https://doi.org/10.21573/vol37n12021.107331