A atuação, no cenário da escola, limitada por práticas de gestão empresarial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol36n32020.104848

Palavras-chave:

Política educacional. Reconstrução curricular. Ensino Médio

Resumo

Este artigo objetiva discutir a atuação de professoras de uma escola estadual rural de ensino médio do município de Pelotas/RS no processo de redesenho curricular da política do Ensino Politécnico. Ajustado ao paradigma qualitativo, fundamenta-sena teoria da atuação de Stephen Ball, a produção de dados decorreu do exame documental de e-mails da escola relacionados à construção desta política e do debate, em um grupo focal, com cinco professores, cujo processo de análise foi organizado a partir da análise textual discursiva. Conclui-se que a política estimulou práticas de gestão empresarial da escola, imbricadas na burocratização e no controle das vozes internas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henri de Leão Motta, Instituto Federal Sul-Rio-Grandense

Henri de Leão Motta é graduado (UFPel) em Licenciatura Plena em Geografia, há 20 anos professor de Ensino Fundamental e Médio das Redes Municipal e Estadual do Município de Pelotas/RS, especialista (UFPel) em Políticas Públicas para Educação. Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu) ligado ao Mestrado Profissional em Educação e Tecnologia (MPET) do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), campus Pelotas. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Políticas Educacionais em Contexto (IFSul).

Jair Jonko Araujo, Instituto Federal Sul-rio-grandense

Jair Jonko Araujo é graduado (UFPel) e mestre (UFRGS) em Ciência da Computação, com Doutorado em Educação (UFPel). Professor Titular do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul). Participa do CEPE/UFPel (Centro de Estudos em Políticas Educativas e dos Grupos de Pesquisa Políticas Educacionais em Contexto (IFSul) e Gestão, Currículo e Políticas Educativas (UFPel). Desenvolve estudos em políticas educacionais e curriculares, processos de gestão e avaliação educacional e seus desdobramentos em diferentes áreas educacionais com aporte, preferencialmente, de autores pós-estruturalistas.

Referências

ARAÚJO, Jair. Novos sentidos das políticas curriculares para a educação profissional no Instituto Federal Sul-Rio-Grandense. 2013. Tese (Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação) – Universidade Federal de Pelotas, 2013.

BALL, Stephen. Education reform: a critical and post–structural approach. Buckingham: Open University Press, 1994.

BALL, Stephen. Performatividade, privatização e o pós-estado do bem-estar. Educação & Sociedade, Campinas, v. 25, n. 89, p. 1105-1126, set./dez. 2004.

BALL, Stephen. Profissionalismo, gerencialismo e performatividade. Cadernos de pesquisa, v. 35, n. 126, p. 539-564, set./dez. 2005.

BALL, Stephen. O que é política? Textos, trajetórias e caixas de ferramentas. [Título original: What is policy? Texts, trajectories and toolboxes]. In: BALL, S. J. (Ed.). Education Reform: a critical and post-structural approach. Traduzido por: Joice Elias Costa, 2006. cap. 2, p.10-17.

BALL, Stephen. MAINARDES, Jefferson. Políticas Educacionais: questões e dilemas. São Paulo: Cortez, 2011, 288p.

BALL, Stephen; MAGUIRE, Meg; BRAUN, Annette. Como as escolas fazem as políticas: atuação em escolas secundárias. Ponta Grossa: Ed. UEPG, 2016.

BARBOUR, Rosaline. Grupos focais. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BOWE, Richard; BALL, Stephen; GOLD, Anne. Reforming education & changing schools: case studies in policy sociology. London: Routledge, 1992.

JAKIMIU, Vanessa. Políticas de reestruturação curricular no ensino médio: uma análise do programa ensino médio inovador. 2014. Dissertação (Curso de Pós-Graduação em Educação, na linha de pesquisa Políticas Educacionais do Setor de Educação) - Universidade Federal do Paraná, 2014.

MOREIRA, Antônio. Currículos e Programas no Brasil. 13ª Ed. Campinas: Editora: Papirus, 2006. 236p.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise textual discursiva. 2 ed. rev. Ijuí: Ed. Unijuí, 2013.

MOTTA, Henri. A política do ensino médio politécnico em três atos: reconstrução curricular, práticas pedagógicas e expressão dos resultados. 2020. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) – Instituto Federal Sul-rio-grandense/Câmpus Pelotas, 2020.

PICOLI, Elaine. Programa ensino médio inovador: um estudo sobre a política de flexibilização curricular. 2016. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Estadual de Maringá, 2016.

SEDUC/RS. Proposta pedagógica para o ensino médio politécnico e educação profissional integrada ao ensino médio 2011-2014. Disponível em: https://servicos.educacao.rs.gov.br/pse/html/ens_medio.jsp?ACAO=acao1. Acesso em: 30 mai. 2018.

SEDUC/RS. Regimento referência das escolas de ensino médio politécnico da rede estadual 2012. Disponível em https://servicos.educacao.rs.gov.br/pse/html/ens_medio.jsp?ACAO=acao1. Acesso em: 30 mai. 2018.

YIN, Robert. Pesquisa Qualitativa do Início ao Fim. Tradução de Daniela Bueno. Porto Alegre, RS: Penso, 2016.

Downloads

Publicado

2020-11-12

Como Citar

Motta, H. de L., & Araujo, J. J. (2020). A atuação, no cenário da escola, limitada por práticas de gestão empresarial. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 36(3), 949–969. https://doi.org/10.21573/vol36n32020.104848

Edição

Seção

Dossiê: Âmbito escolar e suas compreensões: políticas públicas e seus desdobramentos