Valorização do professor da educação básica e as metas do PNE: um estudo do caso de Piraquara/ PR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21573/vol37n12021.104640

Palavras-chave:

Políticas Educacionais, Valorização dos professores, PNE, PME.

Resumo

Este artigo problematiza as condições de valorização dos professores, a partir das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) 2014-2024 e do Plano Municipal de Educação (PME), em um município com baixo desenvolvimento econômico e alta dependência do FUNDEB, mas que apresenta um Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) estruturado. Objetivou-se analisar as condições de remuneração e formação previstas no PCCR e a efetividade do preceito constitucional da valorização. O estudo de caso privilegiou a análise documental cotejada com dados do Censo Escolar, SIOPE e RAIS. Os resultados exploram avanços e impasses na formulação do PME e valorização dos professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Meira Cordeiro, Universidade Federal do Paraná

Mestranda da linha de Políticas Educacionais do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Pedagoga licenciada pela UFPR (2014). Professora efetiva da rede municipal de educação de Piraquara/Pr.

Andréa Barbosa Gouveia, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Paraná (1995), mestrado (2002) e doutorado (2008) em Educação pela Universidade de São Paulo, Faculdade de Educação, na área de concentração Estado, Sociedade e Educação. Atualmente é professora da Universidade Federal do Paraná onde atua no Núcleo de pesquisa em Políticas Educacionais (NUPE). É professora do curso de Pedagogia. Está credenciada no Programa de Pós Graduação em Educação da UFPR na linha de pesquisa em Políticas Educacionais.

Referências

ALVES, T.; SONOBE, A. K. . Remuneração média como indicador da valorização docente no mercado de trabalho. Cadernos de Pesquisa (FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS. ONLINE), v. 48, p. 446-476, 2018.

ALVES, T. PINTO, J. M. R. Remuneração e características do trabalho docente no Brasil: um aporte. Cadernos de pesquisa, 2011, p. 606-639.

ARAÚJO, L. Impacto financeiro da implantação do caqi no brasil. Educação & Sociedade, v. 40, p. 1-22, 2019.

AMARAL. N. C. Com a PEC 241/55 (EC 95) haverá prioridade para cumprir as metas do PNE (2014-2024)?. Revista Brasileira de Educação, v. 22, n. 71, 2017.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição: República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de Dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2016.

BRASIL. Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008. Institui o piso salarial profissional do magistério público de educação básica. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2008.

BRASIL. Lei Nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional da Educação (PNE). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2008.

BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1996.

BRASIL. Relatório do 2º Ciclo de Monitoramento das metas do Plano Nacional de Educação – 2018. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/informacao-da-publicacao/-/asset_publisher/6JYIsGMAMkW1/document/id/6725829.> Acesso em 29.jan.2020.

CARISSIMI, A. C. V. Ação sindical na construção da agenda política: um estudo sobre as reivindicações e negociações da APP-sindicato com os governos entre os anos de 2003 e 2015. Tese (Mestrado em Educação), Universidade Federal do Paraná, 2016.

CELLARD, A. A análise documental. In: POUPART, J, DESLAURIERS, J.; LAPERRIÈRE, A.; MEYER, R.; PIRES, A. P. A pesquisa qualitativa: Enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

COSTA, J. T. de P.; COELHO, C. L; OLIVEIRA, R de F. A Implementação do Piso Salarial Profissional Nacional em Minas Gerais: entre o dito, o feito e o escrito. Revista de Financiamento da Educação, v. 10, n. 3, 2020.

DOURADO, L. F. Plano Nacional de Educação: o epicentro das políticas de estado para educação brasileira. Goiânia: Editora Imprensa Universitária, ANPAE, 2017.

DUARTE, José B. Estudos de caso em educação. Investigação em profundidade com recursos reduzidos e outro modo de generalização. Revista Lusófona de Educação [em linha], p. 113-132, 2008. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=34911875008

FERNANDES, M. D. E.; FERNANDES, S. J.; CAMPO, V. G. Remuneração docente: efeitos do plano de cargos, carreira e remuneração em contexto municipal. Ensaio (RIO DE JANEIRO. ONLINE), v. 28, p. 20-44, 2020.

FRANÇA, M.; SILVA, A. F. Valorização Docente no Plano Nacional de Educação (2014-2024): Tensões e conflitos no seu financiamento. In: FRANCA, Magna; BARBOSA JUNIOR, Walter P. (orgs). Políticas e Práxis educativas. Natal: Caule de Papiro, 2017.

GOUVEIA, A. B.; Fernandes, M. D. E. Agenda sindical de professores da Educação Básica: desafios postos a partir do Piso Salarial Profissional Nacional. Práxis Educativa, (UEPG. ONLINE), v. 14, p. 1-15, 2019.

GROCHOSKA, M. A. Políticas educacionais e a valorização do professor: carreira e qualidade de vida dos professores de educação básica do município de São José dos Pinhais/PR. Tese (Doutorado em Educação), Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

HECK, B. T. M. Carreira de trabalhadoras docentes da Educação Infantil e o reconhecimento social como dimensão da valorização profissional. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2019.

JACOMINI, M.; ALVES, T.; CAMARGO, R. B. de. Remuneração Docente: Desafios para o Monitoramento da Valorização dos professores brasileiros no contexto da Meta 17 do Plano Nacional de Educação. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, v.24, n. 73, 2016.

NASCIMENTO. A. P. S. do. Carreira docente nas creches das redes públicas das capitais brasileiras: análise dos planos e estatutos do magistério. Tese (Doutorado Em Educação). Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

OGIBA, S. M. Direito à educação, políticas de Estado: monitorando o PNE – Lei nº 13005/2014.In: OGIBA, Sônia Mara M..(organizadora). Garantia do Direito à Educação: monitorando o PNE Lei nº 13.005/2014. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2018.

OLIVEIRA, D. A profissão docente no contexto da Nova Gestão Pública no Brasil. In: OLIVEIRA et all (orgs). Políticas Educacionais e a reestruturação da profissão do educador: Perspectivas globais e comparativas. Petrópolis: Vozes, 2019.

PINTO, J. M. R.. O financiamento da educação no governo Lula. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 25, p. 323-340, 2009.

PIRAQUARA. Lei Municipal Nº 1192/2012 DE 03 DE JULHO DE 2012. Estabelece o Plano De Cargos, Empregos, Carreira, Vencimentos e Salários Do Magistério Público Do Município De Piraquara.

PIRAQUARA. Lei Municipal Nº 1491/2015, Institui o Plano Municipal de Educação do Município de Piraquara – PME e dá outras providências. Disponível em: <https://leismunicipais.com.br/a/pr/p/piraquara/lei-ordinaria/2015/149/1491/lei-ordinaria-n-1491-2015-institui-o-plano-municipal-de-educacao-do-municipio-de-piraquara-pme-e-da-outras-providencias> Acesso em: 29.jan.2020.

SILVA. M. Q. da. Remuneração dos professores públicos municipais no Brasil: execução orçamentária, partidos políticos e valorização docente (2008 – 2016). Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2019.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Meira Cordeiro, D., & Barbosa Gouveia, A. (2021). Valorização do professor da educação básica e as metas do PNE: um estudo do caso de Piraquara/ PR. Revista Brasileira De Política E Administração Da Educação, 37(1), 87–108. https://doi.org/10.21573/vol37n12021.104640