Alocação de alunos por turmas em rede municipal de ensino: percepções de diretores escolares

Angela Maria Martins, Sanny Rosa, Sandra Maria Zákia Lian Sousa

Resumo


Este artigo discute quais são os mecanismos de seleção adotados por diretores de escolas municipais para acolhimento e alocação de alunos por turmas e que podem, eventualmente, acentuar diferenças e desigualdades no processo de escolarização. Procedeu-se a uma dinâmica de grupo com a participação de 18 diretores de escolas e 5 assessoras da Secretaria de Educação Municipal de um município da Região Metropolitana de São Paulo. Os dados sinalizam as práticas que preponderam na rede municipal: matrícula por proximidade da rede física escolar; autoavaliações docentes; preferências docentes.


Palavras-chave


política educacional; diretores escolares; seleção de alunos; composição de turmas

Texto completo:

PDF

Referências


AÇÃO EDUCATIVA, UNICEF, PNUD, INEP-MEC (coordenadores). Indicadores da qualidade na educação, São Paulo: Ação Educativa, 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/Consescol/ce_indqua.pdf. Acesso em 12/05/2019.

ALVES, M. T. G.; SOARES, J. F. Efeito-escola e estratificação escolar: o impacto da composição de turmas por nível de habilidade dos alunos. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 45, June 2007, p. 25-59,

ASSIS, L. M. de; AMARAL, N. C. Avaliação da educação - por um sistema nacional. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 7, n. 12, p. 27-48, jan. /jun. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação infantil: subsídios para construção de uma sistemática de avaliação. Brasília, DF: MEC, 2012. (Documento produzido pelo Grupo de Trabalho instituído pela Portaria nº 1.147/2011, do Ministério da Educação). Disponível:http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12579%3Aeducacao-infantil&Itemid=859>. Acesso em: 21maio 2013.

BRAVO, M. H.; MARTINS, A. M.; SOUSA, S. Z. Cenários de gestão de escolas municipais da região sudeste e o IDEB: possíveis associações. Anais do XXIX Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação, 2019, p. 186-89.

COSTA, M. da; KOSLINSKI, M. Quase mercado oculto: disputa por escolas “comuns” no Rio de Janeiro. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 142, p. 246-266, jan./abr. 2011.

COSTA, M. da; KOSLINSKI, M. Escolha, estratégia e competição por escolas públicas. Pro-Posições, Campinas, v. 23, n. 2, p. 195-213, maio/ago. 2012.

DEROUET, J-L. Crise do projeto de democratização da educação e da formação ou crise de um modelo de democratização? Algumas reflexões a partir do caso francês (1980-2010). Educação e Sociedade, Campinas, v. 31, n. 112, Sept. 2010. p. 1001-1027

FREITAS, L. C. de. Qualidade negociada: avaliação e contra-regulação na escola pública. Educação e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 92, p. 911-933, out. 2005.

HAECHT, A. Van. Sociologia da Educação – a Escola Posta à Prova. Artmed, Porto Alegre, 2008.

LE GRAND, J. Quasi-Markets and Social Policy. The Economic Journal, v. 101, n. 408, p. 1256-1267, set. 1991.

LEWIN, Kurt. Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo: Cultrix, 1978.

LIMA, L. C. Construindo modelos de gestão escolar. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1996.

LUFT, J. Introdução à dinámica de grupo. Lisboa: Moraes, 1970.

MARTINS, A. M.; SOUSA, S. ZÁKIA, L.; MACHADO, C.; REAL, G. C.; BRAVO, M. H. Cenários de gestão de escolas municipais: questionário contextual da Prova Brasil. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, v. 48, n. 170, 2018, p. 1038-1061.

MARTINS et ali. Cenários de Gestão de Escolas Municipais no Brasil. Textos FCC, São Paulo: Fundação Carlos Chagas, v.54, 2018. http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/textosfcc/issue/view/350. Acesso em 12/08/2019.

MARTINS, A. M.; REAL, G. C.; SOUSA, S. Z.; ROSA, S. S. Organização e funcionamento de escolas públicas municipais na percepção de diretores de escolas municipais. Relatório Final. Fundação Carlos Chagas, São Paulo, 2019.

MELO, A. S. E. de; MAIA FILHO, O. N.; CHAVES, H.V. Conceitos básicos em intervenção grupal. Encontro: Revista de Psicologia, v. 17, n. 26, 2014, p. 47-63.

________. Pesquisa-ação: gênese, aplicação e finalidade. Fractal: Revista de

Psicologia, São Paulo, v. 28, n. 1, jan. –abr., 2016, p. 153-159, 2016.

PERRENOUD. P. Sucesso, na escola: só o currículo, nada mais que o currículo! Cadernos de Pesquisa, n. 119, julho/ 2003, p. 9-27.

REAL, G. C. M; SANTOS JUNIOR, J. S.; SOUSA, S. Z.; MARTINS, A. M.; BRAVO, M. H. Abandono, reprovação, reforço escolar: respostas de diretores ao questionário contextual da Prova Brasil. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 35, n. 1, p. 249 - 268, jan. /abr. 2019 249-268.

ROCHEX, J.-Y. As três idades das políticas de educação prioritária: uma convergência europeia? Educação e Pesquisa, São Paulo, v.37 n.4, dec. 2011, p. 871-881.

ROSA, S. S.; CAMPOS, G. N.; PADOVAN, M. I.; UMEMURA, V. M. V. Gestão pedagógica e qualidade social da educação: contribuições da pesquisa colaborativa em escolas de São Caetano do Sul. Revista e-Curriculum, São Paulo, v.16, n.4, p.1457-1484, out. /dez, 2018.

SÃO CAETANO DO SUL. Regimento Escolar Municipal da Rede Pública Municipal de Ensino de São Caetano do Sul. 2014. (mimeo)

______. Lei nº 5.316, de 18 de junho de 2015. Aprova o Plano Municipal de Educação do Município de São Caetano. Departamento de Administração e Recursos Humanos. São Caetano, 18 jun. 2015.

______. Lei Nº 5.556, de 20 de setembro de 2017. Dispõe sobre a criação do Sistema Municipal de Ensino de São Caetano do Sul e dá outras providências. Departamento de Administração e Recursos Humanos. São Caetano, 20 set. 2017.

______. Lei Municipal n. 5.139/13. Dispõe sobre a obrigatoriedade da matrícula de irmãos no mesmo estabelecimento de ensino quando este oferecer turmas no mesmo nível educacional.

______. Diário Oficial Eletrônico de São Caetano do Sul, 2017. http://inscricoes.saocaetanodosul.sp.gov.br/processos/infantil/upload/edital_2018.pdf. Acesso em 12/09/2019.

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO. Resolução SE nº45, de 18 de julho de 2018. Estabelece critérios e procedimentos para a implementação do Programa de Matrícula Antecipada/Chamada Escolar, com vistas ao pleno atendimento à demanda do Ensino Fundamental, na rede pública de ensino do Estado de São Paulo.

SORDI, M. R.; OLIVEIRA, S. B. DE; SILVA, M. M. DA; BERTAGNA, R. H.; DALBEN, A. Indicadores de qualidade social da escola pública: avançando no campo avaliativo. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 27, n. 66, p. 716-753, set./dez. 2016.

SOUSA, S. Z.; MARTINS, A. M. Composição e organização da clientela escolar em escolas municipais brasileiras: o que dizem os diretores. Educar em Revista, Curitiba, v. 34, 2018, p. 175-190.

STAKE, R. Pesquisa qualitativa: estudando como as coisas funcionam. Porto Alegre: Penso, 2011.

TORRECILLA, F. J. M. Um Panorama da pesquisa ibero-americana sobre a eficácia escolar. In: BROOKE, N.; SOARES, J. F. (orgs.). Pesquisa em eficácia escolar – origem e trajetórias. Belo Horizonte. Editora da UFMG, 2008, p. 466-481.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol36n32020.101037

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573