Gestão da Educação com Justiça Social. Que Gestão dos Injustiçados?

Miguel Gonzalez Arroyo

Resumo


O texto destaca a radicalidade política de propor uma Gestão da Educação com resistência ativa para uma agenda democrática com justiça social. Que gestão da educação e que formação de gestores? Que exigências para a formação de gestores-educadores? O texto prioriza um olhar político: reafirmar a gestão da educação na razão gestora do Estado, no como o Estado administra os Outros, os oprimidos nas relações políticas de poder. O texto dá centralidade à gestão da educação com justiça social: Que justiça social em tempos de justiça justiceira, produtora de injustiçados? Que formação de gestores para a gestão dos injustiçados resistentes?

Palavras-chave


Estado, razão gestora; Justiça social; Resistência ativa; Formação de gestores-educadores; Gestão de injustiçados

Texto completo:

PDF

Referências


ARROYO, M. G. Vidas ameaçadas: Exigências-respostas éticas da educação e da docência. 1 ed. Petrópolis: Vozes, 2019.

ARROYO, M. G. Reafirmação das lutas pela educação em uma sociedade desigual? Educação & Sociedade, Campinas, v. 39, n. 145, p. 1098-1117, 2018.

ARROYO, M. G. Passageiros da Noite: do trabalho para a EJA. Itinerários pelo direito a uma vida justa. Petrópolis: Vozes, 2017.

ARROYO, M. G. O humano é viável? É educável? Revista Pedagógica, v.17, p.21-40, 2015.

ARROYO, M. G. O direito à educação e a nova segregação social e racial – tempos insatisfatórios? Educação em Revista, v. 31, n. 3, p.15-47, jul./set. 2015.

ARROYO, Miguel G.; VIELLA, M.A.L. & SILVA, M.R. (Org.). Trabalho-Infância: Exercícios Tensos de ser Criança. Haverá Espaço na Agenda Pedagógica? Petrópolis: Vozes, 2015.

ARROYO, Miguel G. & SILVA, M.R. (Org.). Corpo-infância: exercícios tensos de ser crianças; por outras pedagogias dos corpos. Petrópolis: Vozes, 2012.

ARROYO, Miguel G. Imagens Quebradas: trajetórias e tempos de alunos e mestres. Petrópolis: Vozes, 2004.

ARROYO, Miguel G. & SILVA, M.R. Administração da Educação, Poder e Participação. Educação & Sociedade, v.1, p. 36-46, 1979.

BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 1994.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

OLIVEIRA, Francisco de. Entre a terra e o céu: mensurando a utopia? Democracia Viva. Rio de Janeiro, Ibase, n. 6, agosto, 1999.

QUIJANO, A. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, B. S.; MENEZES, M. P. (Org.). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, B. S.; MENEZES, M. P. (Org.). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.




DOI: https://doi.org/10.21573/vol36n22020.100820

INDEXADORES

BBE – Bibliografia Brasileira de Educação (Brasília, MEC/INEP)
CLASE – Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (México, UNAM)
DIADORIM - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras
DOAJ - Directory of Open Access Journals
DRJI - Directory of Research Journals Indexing (Maharashtra, India)
Edubase (SBU/UNICAMP)
LATINDEX - Sistema Regional de Información em Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal
Portal de Periódicos da Capes/MEC
Scielo Educ@ - Fundação Carlos Chagas-FCC, São Paulo/Brasil
Science Library Index - Meadow Springs, Mandurah State, Austrália
SUMÁRIOS.ORG - Sumários de Revistas Brasileiras

 

Licença Creative Commons
Revista Brasileira de Política e Administração da Educação,
da Associação Brasileira de Política e Administração da Educação
está licenciada com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/index

ISSN versão impressa: 1678-166X
ISSN versão eletrônica: 2447-4193

Prefixo DOI: 10.21573