PROCESSOS DE LIDERANÇA E TOMADA DE DECISÃO EM MOÇAMBIQUE: GOVERNANÇA DE SAMORA MACHEL - 1975/1986

António Hama Thay

Resumo


Este artigo discute os processos de liderança e tomada de decisão e tem como referência Samora Machel, 1975-1986. Na introdução, são apresentados o questionamento, a motivação e a estrutura dos capítulos. O artigo possui uma estrutura teórica que aborda os aspectos da teoria da liderança, incluindo questões como liderança de alto nível, situacional, contingencial, processos coletivos e sistemas organizacionais. Ele também discute os traços de personalidade da liderança e dos estilos de liderança: liderança carismática, liderança transacional e liderança transformacional. São apresentados conceitos e abordagens para os tipos de tomada de decisão, como a formação de modelo e os modelos racional, burocrático, de anarquia organizada e neo-racional. Neste estudo, Samora Machel é visto como um líder carismático, sustentado pela presença maciça de pessoas em seus comícios. Ele também pode ser considerado como um líder de diálogo. A seguir, decisões importantes tomadas por Samora Machel, consideradas neste estudo: a nacionalização de edifícios, as aldeias comunais, o Plano Prospectivo Indicativo (PPI) e o fechamento da fronteira com a Rodésia do Sul, agora Zimbábue.

Palavras-chave


Liderança, Processos de Tomada de Decisão, Samora Machel, Moçambique.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2448-3923.99193

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Estudos Africanos (RBEA)

e-ISSN 2448-3923; ISSN 2448-3907

Publicação do CEBRAFRICA/UFRGS