PRÁTICA E DESENVOLVIMENTO DO PEACE JOURNALISM NO NORDESTE DA NIGÉRIA: DISCUSSÃO EM GRUPO COM ALGUNS MEMBROS CORRESPONDENTES DA NTA EM DAMATURU, ESTADO DE YOBE

Aondover Eric Msughter

Resumo


O peace journalism é fundamental em qualquer tipo de relatório. Assim, ele facilita os repórteres para divulgar informações que ajudem a informar o desenvolvimento de uma nação. Baseando-se na literatura disponível, o estudo descobriu que a mídia foi culpada por seu papel na exacerbação de diferentes conflitos em países complexos e heterogêneos como a Nigéria. O estudo utiliza a teoria cultural do conflito e da diversidade como sua justificativa teórica com o objetivo de explicar o suposto papel dos jornalistas em uma situação ideal. Do mesmo modo, as Discussões de Grupo Focal (FGD) são aplicadas como uma abordagem metodológica na coleta de dados entre alguns membros selecionados de Damaturu dos correspondentes da NTA, no estado de Yobe. Um número total de 10 jornalistas foram selecionados aleatoriamente em NTA, Damaturu. Eles discutiram a prática e o desenvolvimento do peace journalism no Nordeste da Nigéria. A partir das discussões, o estudo conclui que todas as organizações de mídia devem absorver a maneira apropriada de relatar o jornalismo e o desenvolvimento da paz no país, especialmente no Nordeste da Nigéria, onde os casos de conflitos étnicos, religiosos, políticos e de outros tipos assumiram a liderança

Palavras-chave


Reportagem; Peace Journalism; Desenvolvimento; Conflito e profissionalismo.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2448-3923.78201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Estudos Africanos (RBEA)

e-ISSN 2448-3923; ISSN 2448-3907

Publicação do CEBRAFRICA/UFRGS