A POLÍTICA AFRICANA DE CUBA: IDEALISMO OU PRAGMATISMO?

Analúcia Danilevicz Pereira

Resumo


As relações cubano-africanas são marcadas por traços de excepcionalidade. A Revolução Cubana coincide, temporalmente, com o aprofundamento do processo descolonizatório na África. Desde os primeiros anos da Revolução, Cuba definiu sua linha de atuação no continente africano, marcada pela cooperação militar e civil. A política africana de Cuba, foi, assim, definida pela autopreservação e zelo revolucionário.


Palavras-chave


Política externa de Cuba; África; Cooperação Sul-Sul

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2448-3923.68321

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Estudos Africanos (RBEA)

e-ISSN 2448-3923; ISSN 2448-3907

Publicação do CEBRAFRICA/UFRGS