A INTEGRAÇÃO SECURITÁRIA NA ÁFRICA AUSTRAL: A SADC E O OPDS

Nathaly Xavier Schutz

Resumo


Os problemas de segurança do Continente Africano são, em sua grande maioria, originários dos processos de colonização e descolonização ocorridos ao longo dos séculos XIX e XX. Na África Austral, em específico, o regime do apartheid da África do Sul marcou de maneira bastante expressiva a construção de uma identidade comum e a aproximação entre os demais países da região em torno dos temas de segurança. O objetivo desse trabalho é avaliar a evolução da SADC ao longo dos anos 90 e 2000 no tocante aos aspectos securitários, visando analisar em que medida a organização contribuiu ou não para a resolução dos problemas políticos e de segurança da região, em especial nos momentos de crise. A análise será concentrada na criação e nas modificações do Órgão para a Cooperação em Política, Defesa e Segurança (OPDS) da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC). A hipótese central do trabalho é de que a SADC, e o OPDS em específico, constituem a principal esfera de tratamento das questões securitárias da África Austral e, ao longo dos anos, contribuiu para evolução da resolução desses problemas. O trabalho irá utilizar a revisão bibliográfica e documental, adotando uma abordagem histórica, visando uma comparação temporal do caso em questão.


Palavras-chave


África; África Austral; Integração; OPDS; SADC

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2448-3923.59488

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Estudos Africanos (RBEA)

e-ISSN 2448-3923; ISSN 2448-3907

Publicação do CEBRAFRICA/UFRGS