Ações artísticas na educação – a cena expandida em cenário expandido

Paulina Maria Caon

Resumo


Nesse texto apresento possibilidades de realização de ações artísticas em contextos de educação formal, buscando afirmar a escola básica e a universidade como potentes espaços culturais e artísticos na sociedade. Tais ideias nascem e se desenvolvem por meio da investigação cotidiana de minha prática docente desde 2009, como professora universitária na formação de professores de teatro, focada em estudos da corporalidade no campo da Educação e da criação artística. Algumas práticas artísticas da cena contemporânea expandida são os elementos catalisadores das ações realizadas e da reflexão em torno das práticas artísticas como processos de conhecimento que aqui proponho.


Palavras-chave


Ação artística; prática artística e educação; cena expandida; corporalidade; formação de professores

Texto completo:

ACESSO / ACCESS / ACCÈS

Referências


ANDRÉ, Carminda Mendes. O Teatro Pós-Dramático na Escola. SP: Ed. UNESP, 2011.

ARAÚJO, Antônio. A cena como processo de conhecimento. In: RAMOS, Luis Fernando. Arte e Ciência: abismo de rosas. SP: Abrace, 2012, p.105-113.

ARAÚJO, Getúlio Góis de. All Star? Um estudo autoetnográfico sobre adolescentes, teatro e escola. Tese de Doutorado. RJ: UNIRIO, 2013.

ARENDT, Hannah. Entre o Passado e o Futuro. SP: Perspectiva, 1979.

BONATTO, Mônica Torres. Percursos entre arte contemporânea e processos de criação cênica na escola. Memória ABRACE Digital - Anais da V Reunião Científica da ABRACE. SP, 2009.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. RJ: Editora Francisco Alves, 1982.

CABALLERO, Ileana Diéguez. Cenários expandidos. (Re)presentações, teatralidades e performatividades. Revista Urdimento. (Florianópolis), v.15, 2010, p.135-148.

CARERI, Francesco. Walkscapes: o caminhar como prática estética. SP: G.Gili, 2013.

CECCATO, Maria. O Teatro Vocacional e a Apropriação da Atitude Épica Dialética. SP: Ed. Hucitec, 2010.

CSORDAS, Thomas J. Modos Somáticos de Atención. In: CITRO, Silvia (coord.), Cuerpos Plurales. Antropología de y desde los cuerpos. Buenos Aires, Biblos, 2011, p. 83-104.

DEBORD, Guy. Teoría de la deriva (1958). Internacional Situacionista: la realización del arte. Madrid: Literatura Gris, vol. I, 1999. Acesso: agosto de 2014. Disponível em: http://www.ugr.es/~silvia/documentos%20colgados/IDEA/teoria%20de%20la%20deriva.pdf

ESCUZA, César. Creadores creando comunidad. Tejedores de visiones y saberes. In: NOGUEIRA, Márcia Pompeo. Teatro na Comunidade: conexões através do Atlântico. Florianópolis: Ed. UDESC, 2013, p.52-62.

FÉRAL, Josette. Por uma poética da performatividade: o teatro performativo. Revista Sala Preta. (São Paulo), v.08, 2008, p. 197-210.

FÉRAL, Josette. La teatralidad: en busca de la especificidad del lenguaje teatral. In: Teatro, teoría y práctica: más allá de las fronteras. trad. de Armida M. Córdoba. Buenos Aires: Galerna, 2004.

FLASZEN, Ludwig. & POLLASTRELLI, Carla. (org.). O Teatro de Jerzy Grotowski 1959-1969. SP: Perspectiva: SESC; Pontedera,IT: Fondazione Pontedera Teatro, 2007.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir. Petrópolis: Vozes, 1994.

INGOLD, Tim. Estar Vivo: ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. RJ: Editora Vozes, 2015.

JACQUES, Paola Berenstein. Elogio aos Errantes. Salvador: EDUFBA, 2014.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro Pós-Dramático. SP: CosacNaif, 2009.

OLIVEIRA, Ricardo Augusto Santos de. Labirinto do Minotauro: processo criativo de performance na escola com o tema do medo. Dissertação de Mestrado. Uberlândia: UFU, 2015.

PELBART, Peter Pál. Vida Capital – ensaios de biopolítica. SP: Editora Iluminuras, 2003.

PUPO, Maria Lucia de Souza Barros. O lúdico e a construção do sentido. Revista Sala Preta. (São Paulo), v.01, 2001, p.181-187.

QUILICI, Cassiano. O campo expandido: arte como ato filosófico. Revista Sala Preta. (São Paulo), v.14, no.02, 2014, p.12-21.

RACHEL, Denise Pereira. Adote o Artista não deixe ele virar professor: reflexões em torno do híbrido professor performer. SP: Editora UNESP, Selo Cultura Acadêmica, 2015.

SANTOS, Milton. Elogio da Lentidão. Publicado em 11/03/2001 http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mais/fs1103200109.htm

SOARES, Carmela Correa. Pedagogia do Jogo Teatral – uma poética do efêmero. SP: Hucitec, 2010.

TURNER, Victor. O Processo Ritual: estrutura e antiestrutura. RJ: Ed. Vozes, 2013.

VELOSO, Verônica Gonçalves. Percorrer a cidade a pé: ações teatrais e performativas no contexto urbano. Tese de doutorado. SP: USP, 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DA PRESENÇA - Brazilian Journal on Presence Studies - e-ISSN 2237-2660 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil - http://www.seer.ufrgs.br/presenca

 

       

 

 

Crossref Similarity Check logo

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.