Decolonizar o Currículo? Possibilidades para desestabilizar a formação em performance

Autores

  • Janet O’Shea (University of California – UCLA, Los Angeles, Estados Unidos da América) University of California – UCLA, Los Angeles, Estados Unidos da América

Palavras-chave:

Decolonização. Danças do Mundo. Neoliberalismo. Precarização do Trabalho. Precariedade.

Resumo

Este ensaio problematiza o termo decolonização aplicado aos currículos de dança e performance no ensino superior. Para tanto, utiliza o argumento de Eve Tuck e K. Wayne Yang (2012) de que a colonização está enraizada em uma visão de mundo que considera os seres como coisas passíveis de exploração. Também examina os esforços para promover a diversidade na formação, coreografia e conhecimento em estúdio e a precarização do trabalho nos departamentos universitários. O ensaio reflete sobre a estrutura da universidade como ente colonial e empresarial, apontando sua relação com a precariedade do neoliberalismo. O artigo é concluído ao sugerir que o conhecimento e o ensino das artes e das humanidades criam oportunidades para maneiras alternativas de viver e interagir para além de paradigmas neoliberais e neocoloniais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janet O’Shea (University of California – UCLA, Los Angeles, Estados Unidos da América), University of California – UCLA, Los Angeles, Estados Unidos da América

Janet O’Shea é autora de At Home in the World: Bharata Natyam on the Global Stage e Risk, Failure, Play: What Dance Reveals about Martial Arts Training. É professora de Artes e Culturas/Danças do Mundo na University of California, Los Angeles (UCLA).

Publicado

2018-10-21

Como Citar

O’Shea (University of California – UCLA, Los Angeles, Estados Unidos da América), J. (2018). Decolonizar o Currículo? Possibilidades para desestabilizar a formação em performance. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 8(4), 750–762. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/87007

Edição

Seção

Poéticas e Pedagogias Decoloniais