Teatro Pós-dramático, doze anos depois

Hans-Thies Lehmann (Johann Wolfgang Goethe-Universität Frankfurt am Main – Frankfurt, Alemanha)

Resumo


Este texto faz um balanço dos doze anos de emergência da prática e do termo Pós-dramático e alguns de seus desdobramentos e questões para as artes cênicas. Discutem-se as mudanças pelas quais a cena contemporânea foi protagonista desde 1999 e, em consequência, as mudanças que devemos considerar ao ler e analisar o pós-dramático; entre elas, a ênfase no trabalho colaborativo; as novas relações entre teatro e sociedade; os usos do coro; a atenção à dança; o retorno da palavra. Por fim, o texto coloca a questão de saber se o termo pós-dramático precisaria ou não ser revisto.


Palavras-chave


Teatro Pós-dramático; Hans-Thies Lehmann; Espetáculo; Cena Contemporânea; Artes Cênicas

Texto completo:

ACESSO / ACCESS / ACCÈS

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DA PRESENÇA - Brazilian Journal on Presence Studies - e-ISSN 2237-2660 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil - http://www.seer.ufrgs.br/presenca

 

       

 

 

Crossref Similarity Check logo

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.