Da Via Negativa como Espaço de Travessia: o trabalho do ator e sua relação com o Real

Autores

  • Carla Andrea Lima (Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, Brasil) Universidade Federal de Minas Gerais - pesquisadora doutora

Palavras-chave:

Via Negativa, Corpo, Formação do Ator, Inconsciente e Psicanálise

Resumo

Pretende-se refletir sobre a via negativa, articulando-a com os processos de construção da corporeidade e da subjetividade, com base nas conceituações de corpo, sujeito e inconsciente da teoria psicanalítica, propondo entender o trabalho sobre si como um trabalho sobre o negativo pensado como modo de presença do Real.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Andrea Lima (Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, Brasil), Universidade Federal de Minas Gerais - pesquisadora doutora

Doutora em Artes pela UFMG, mestre em Artes pela UFMG (2007) e graduação em Artes Cências pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004). Coordenadra do Grupo Litura: mapeamentos poéticos do corpo-afeto. Psicanalista em formação pelo Círculo Psicanalítico de Minas Gerais. Foi professora Substituta de teatro, na área de Direção Teatral e Preparação Corporal do Curso de Teatro da UFMG. Tem experiência na área de Dança e Teatro, atuando principalmente nos seguintes temas: processos de criação em dança-teatro, dança moderna e contemporânea, corporeidade. Suas pesquisas abordam pricipalmente a formação corporal do ator-bailarino, dança-teatro, psicanálise e atuação

Publicado

2013-04-10

Como Citar

Lima (Universidade Federal de Minas Gerais – Belo Horizonte, Brasil), C. A. (2013). Da Via Negativa como Espaço de Travessia: o trabalho do ator e sua relação com o Real. Revista Brasileira De Estudos Da Presença, 3(1), 71–96. Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/presenca/article/view/36725

Edição

Seção

Dossiê Grotowski