Notícias

PROCESSOS DE CRIAÇÃO - CHAMADA DE ARTIGOS

 

A Revista Brasileira de Estudos da Presença [Brazilian Journal on Presence Studies], periódico eletrônico de acesso livre e revisão por pares, sem taxas de submissão ou publicação, receberá até 31 de janeiro de 2020 artigos inéditos dentro do escopo do tema PROCESSOS DE CRIAÇÃO.

 

O estudo dos processos de criação tomou lugar central na pesquisa em Artes Cênicas mais recentemente. Outrora, a semiótica do texto, a história e a literatura circunscreviam boa parte da produção em pesquisa no campo das Artes, relegando os processos que conduzem às obras a segundo plano.

 

Mais recentemente, o estudo dos processos de criação se tornou urgente e a própria dicotomia entre processos e produto artístico colapsou. Nesse contexto emergente, um conjunto de metodologias e perspectivas de pesquisa tem aliado história, arquivo, pesquisa in situ, acompanhamento de artistas e grupos, observação, experimentos, análise de discurso entre tantas outras possibilidades epistemológicas e metodológicas.

 

Ao mesmo tempo, o estudo do processo de criação permitiu uma interação mais aprofundada entre aqueles que estudam e aqueles que criam, fazendo transbordar para um lado e para outro os papeis de pesquisador e artista. Assim, mesmo em ambientes acadêmicos mais tradicionais se vê a possibilidade de pesquisas não apenas “sobre” o processo de criação de artistas, mas eles próprios, os artistas, como protagonistas da investigação que lhes toma como objeto de estudo. A cena contemporânea, por sua vez, não cessa de problematizar o processo, visibilizando seja partes dele, seja fazendo da performance o próprio processo.

 

Nesse ambiente denso de questões epistemológicas, éticas, metodológicas e políticas os processos de criação servem como uma espécie de ampulheta sob intermédio da qual as questões sobre a criação, a invenção, a produção, a performance, circunscrevem, de modo mais geral, a posição dos problemas na pesquisa em artes da cena hoje.

 

Para fomentar a problematização sobre a pesquisa sobre processos de criação, a Revista Brasileira de Estudos da Presença almeja oferecer uma oportunidade para explorar esse tema em diferentes perspectivas. Os autores e as autoras podem elaborar ensaios teóricos, artigos provenientes de pesquisas empíricas e/ou históricas sobre processos de criação em relação a um ou mais dos seguintes tópicos:

 

-       Processos de criação e história.

-       Gênero e criação.

-       Relações étnico-raciais e criação.

-       Novas metodologias de pesquisa em criação.

-       Genéticas do texto e genéticas da cena.

-       Processos de criação e políticas públicas.

-       Criação e subjetividades.

-       Criação e diferença.

-       Processos de criação na dramaturgia da cena.

-       Dança, teatro, performance em criação.

-       Presença e criação.

-       Corpo e processos de criação.

-       Desafios epistemológicos na pesquisa sobre processos de criação.

-       Desafios éticos na pesquisa sobre processos de criação.

-       Questões contemporâneas sobre a criação artística.

-       Criadores-investigadores e pesquisadores-artistas.

-       Performance e processos de criação na educação.

-       Processos de criação, performance e antropologia.

 

Assim, a Revista Brasileira de Estudos da Presença espera receber trabalhos resultantes de pesquisas vinculadas conceitualmente ao campo do teatro, da educação, da performance e de outras linguagens similares. Além disso, espera receber trabalhos de áreas imbricadas, fronteiriças e que dialoguem com os termos apresentados como ponto de partida para a discussão. As submissões devem estar de acordo com os padrões do periódico e devem ser postadas diretamente no sistema de submissão para seguir o processo geral de avaliação do periódico. Para submeter um artigo a esta chamada, é fundamental selecionar a seção correspondente (Processos de criação). Lembramos que o periódico não cobra taxas de submissão, nem de publicação e utiliza o sistema duplo-cego de revisão por pares. O texto pode ser enviado em português, espanhol, inglês ou francês e será publicado em duas línguas. Será solicitado aos autores que enviarem textos em português ou espanhol (e àqueles lusófonos) que enviem uma tradução em inglês como condição para a publicação dos artigos, uma vez aprovados. A revista providencia tradução para o português de artigos enviados em inglês ou francês, desde que os autores sejam nativos desses idiomas e caso haja recursos financeiros disponíveis no período da edição. Maiores informações podem ser encontradas em nosso website, www.seer.ufrgs.br/presenca; nossas diretrizes podem ser visualizadas em “Diretrizes para Autores”.

 
Publicado: 2019-11-25
 
1 a 1 de 1 itens