Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista PHILIA | Filosofia, Literatura & Arte?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

 

INFORMAÇÕES GERAIS

 

Escopo

A Revista PHILIA | Filosofia, Literatura & Arte publica contribuições acadêmicas inéditas que abordem as relações entre os campos da Filosofia, da Literatura e da Arte ou que se dediquem à pesquisa em uma dessas áreas. São publicados regularmente artigos, resenhas, traduções (integrais ou parciais de obras teóricas ou literárias) e ensaios visuais. Os números podem ser temáticos ou atemáticos, conforme as propostas das chamadas para submissão. 

 

Chamadas

A revista adota a chamada pública para o recebimento de contribuições. Uma vez aberta a chamada, a revista recebe submissões pelo período mínimo de 30 (trinta) dias. Não são aceitas contribuições fora da chamada em vigência.

Acompanhe as chamadas na seção Notícias

Acesse esse editorial em caso de dúvidas sobre o processo de envio das submissões.  

 

Autoria das contribuições

A revista procura encorajar a produção e a divulgação de conhecimento sobre Filosofia, Literatura e Arte de: professores; mestres e doutores; alunos vinculados a Programas de Pós-Graduação de IES reconhecidas pelo MEC; alunos de graduação em coautoria com docentes vinculados a IES reconhecidas pelo MEC.

 

Cadastro na plataforma

As contribuições são recebidas exclusivamente pelo site https://seer.ufrgs.br/philia/index. Para fazer seu cadastro, clique aqui. Se você já tem cadastro, faça login ao lado.

Certifique-se de que o seu cadastro tenha todos os campos preenchidos e esteja atualizado. Também informe nele o seu ORCID (Open Researcher and Contributor ID). Informações sobre como obter um ORCID podem ser acessadas em www.ufrgs.br/blogdabc/tutorial-orcid/ ou https://orcid.org/. Importante: para a inserção do link do ORCID no campo especificado do cadastro, deve-se digitar apenas “http” (sem o “s” do comum “https”), conforme o seguinte padrão: http://orcid.org/0000-0000-0000-0000.

 

Processo de avaliação por pares

Artigos e resenhas passam pelo processo de avaliação por pares cega, através da qual avaliadores e autores não conhecem as identidades uns dos outros durante o processo. Nessa avaliação, os originais da submissão são encaminhados para a apreciação de dois pareceristas integrantes do corpo de avaliadores da revista. Os critérios para a avaliação dos textos levam em conta relevância do tema, originalidade da contribuição na(s) área(s) temática(s) da revista, clareza e consistência da redação, adequação da bibliografia, estruturação e desenvolvimento teórico, metodologia utilizada, conclusões e contribuição oferecida para o conhecimento da(s) área(s).

Antes de ser encaminhada aos avaliadores, as submissões passam por uma avaliação preliminar da Equipe Editorial da revista, que analisa a adequação do trabalho ao escopo do periódico e à proposta da chamada, bem como aspectos como a contribuição e o ineditismo do texto submetido. Somente as submissões consideradas como relevantes para a comunidade e, em particular, para os leitores da revista prosseguem para a avaliação por pares.

Observação: traduções e ensaios visuais não passam pelo processo de avaliação por pares, sendo apreciados pela Equipe Editorial.

Conheça mais sobre o processo de avaliação em Políticas Editoriais.

 

Ética editorial

As contribuições devem ser originais e inéditas: não conterem plágio e autoplágio; não estarem sendo avaliadas para publicação por outros periódicos; e/ou não serem parte ou totalidade de trabalhos de conclusão de curso, dissertação ou tese caracterizando autoplágio (quando o uso de textos e trabalhos anteriores do próprio autor não é assinalado, com as devidas referências e citações). Os autores que violarem tais regras de originalidade, ineditismo e plágio estarão impedidos de publicar na PHILIA pelos dois anos seguintes à violação cometida.

No que se refere a plágio e autoplágio e a outros assuntos relativos à ética editorial, a revista observa as instruções do CNPq disponibilizadas em http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes.

 

 

NORMAS DE SUBMISSÃO


ATENÇÃO! PHILIA disponibiliza um modelo (template) para a redação da submissão, elaborado de acordo com as normas descritas nessa página. ESSE MODELO É DE USO OBRIGATÓRIO PARA OS AUTORES. A submissão que não adotar o modelo será devolvida aos autores para adequação, sem a qual o texto será arquivado.

Baixe o template de acordo com o tipo de submissão:

Template Philia - ARTIGO

Template Philia - RESENHA

Template Philia - TRADUÇÃO

Template Philia - ENSAIO VISUAL

 

Normas gerais (para todas as seções)

– Quantidade de palavras: o número mínimo e máximo de palavras (descontados resumos, palavras-chaves, notas de rodapé e referências) de cada seção é informado a seguir:

SEÇÃO

MÍNIMO

MÁXIMO

Artigos

5 mil

8 mil

Traduções

4 mil

5 mil

Resenhas

2 mil

4 mil

Ensaios Visuais

não se aplica

não se aplica

– Línguas aceitas: aceitam-se artigos escritos em Português, Inglês, Espanhol, Francês e Alemão; traduções e resenhas devem estar escritas em Português.

– Todos os textos devem ser escritos com formato .doc ou .docx, folha tamanho A4 e todas as margens de 3 cm. O corpo do texto deve ser escrito em fonte Arial, tamanho 12, espaçamento de 1,5 entre linhas, espaçamento de 6 pts. antes e de 12 pts. depois entre parágrafos, alinhamento justificado, com entrada de parágrafo de 1,25 cm e sem numeração de páginas. Exceções são indicadas no decorrer das normas.

– Título na língua do texto: no alto da primeira página, alinhamento à direita, apenas a inicial maiúscula, escrito em fonte Arial, tamanho 24, negrito, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 12 pts. depois entre parágrafos.

Observação: os títulos de livros inseridos no título do texto devem estar em itálico, com exceção dos subtítulos, se houver. Títulos de contos e ensaios, por exemplo, devem vir entre aspas duplas. Aplicar a mesma norma no título em inglês.

– Título em inglês: inserido na linha abaixo do título na língua do texto, alinhamento à direita, apenas a inicial maiúscula, escrito em fonte Arial, tamanho 12, negrito, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 12 pts. depois entre parágrafos.

Observação: textos escritos em inglês devem trazer o segundo título e o resumo em português.

– Identificação*: o nome do(a) autor(a) deve aparecer a duas linhas em branco com espaçamento de 1,0 entre linhas e 12 pts. depois entre parágrafos abaixo do título em inglês, alinhamento à esquerda, fonte Arial, tamanho 11, negrito, apenas as iniciais maiúsculas, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos. Na linha abaixo do nome devem ser informados os dados biográficos em tamanho 11, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos, contendo as seguintes informações:

• se aluno ou recém-titulado: titulação mais recente ou cursando, área de pesquisa ou curso, linha de pesquisa (se houver), programa de pós-graduação (se houver), instituição (e sigla entre parênteses), agência de fomento de pesquisa (se houver), e-mail e número do ORCID. Exemplo: Doutorando em Estudos Literários na linha de pesquisa Teoria, crítica e comparatismo do Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com bolsa Capes. E-mail: aluno@ufrgs.br. ORCID: 0000-0000-0000-0000.

• se professor: cargo, titulação mais recente, área de atuação, programa de pós-graduação em que atua (se houver), instituição (e sigla entre parênteses), agência de fomento de pesquisa e nível (se houver), e-mail e número do ORCID. Exemplo: Professor Doutor em Letras vinculado ao Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com bolsa de produtividade em pesquisa do CNPq - nível 1B. E-mail: professor@ufrgs.br. ORCID: 0000-0000-0000-0000.

Em caso de mais de um autor, repete-se o formato para cada.

* A identificação do(a,s) autor(a,es) deve ser removida nos arquivos dos textos que passam pelo processo de avaliação por pares cega (artigos e resenhas). Nesses casos, deve ser inserida pelo(a,s) autor(a,es) apenas depois da avaliação realizada, quando o artigo ou a resenha tiver sido aceito(a) para publicação.

- Epígrafe (elemento opcional): escrita em fonte Arial, tamanho 11, em itálico, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos, com recuo de 6 cm à esquerda e alinhamento à direita, sem uso de aspas. A autoria deve ser informada na linha abaixo e sem itálico. Em artigos, traduções e ensaios visuais, a epígrafe deve ser inserida no alto da segunda página do arquivo; em resenhas, deve ser inserida abaixo da ficha técnica da obra resenhada.

– Subseções: quando houver divisões no texto, elas devem ser alinhadas à esquerda, numeradas em números cardinais seguidos de ponto, em fonte Arial, tamanho 12, negrito e com apenas a inicial maiúscula, precedidas de uma linha em branco com espaçamento de 6 pts. antes e de 12 pts. depois entre parágrafos.

– Citações: as citações diretas com menos de 4 linhas devem ser inseridas no corpo do texto, iniciadas e terminadas com aspas duplas; já as citações diretas com 4 linhas ou mais devem ser destacadas do corpo do texto com recuo em bloco de 3,5 cm, terem tamanho 10, com espaçamento de 1,0 entre linhas e de 12 pts. antes e 12 pts. depois entre parágrafos, sem aspas duplas no início e no final.

– Referências ao longo do texto & notas de rodapé: particularmente para esta revista, todas as referências utilizadas ao longo do texto devem vir em notas de rodapé (em formato de notas ao pé da página), tendo tamanho 10, justificadas, sem entrada de parágrafo e com espaçamento de 1,0, obedecendo ao seguinte padrão:

(nº da nota) Nome Sobrenome, Título, ano, p. x.

Jean Laplanche, A Sublimação, 2001, p. 29.

• Em citações indiretas, a indicação do número da nota de rodapé deve aparecer depois do ponto ao final da frase, da seguinte maneira:

[...] Para Leonardo Da Vinci, o pintor precisa apreender inicialmente com os mestres, treinando e habituando sua mão ao copiar os desenhos de seus professores das grandes escolas.9

• E, em citações diretas (tanto no corpo do texto quanto recuadas em bloco), a indicação do número da nota de rodapé deve aparecer antes do ponto ao final da frase, da seguinte maneira:

[...] Porque, para Da Vinci, o pintor “há de habituar sua mão copiando os desenhos dos bons mestres”9.

• Caso o texto citado não seja um livro completo (seja, por exemplo, um ensaio ou um capítulo de livro), deve-se iniciar e encerrar o título do texto com aspas duplas, sem aplicar o itálico, como no seguinte exemplo, para a referência em nota de rodapé:

Walter Benjamin, “Sobre o conceito de história”, 2012, p. 56.

• Quando o texto citado tem dois autores ou mais, os nomes deles devem ser separados da seguinte forma, conforme a quantidade de autores, para a referência em nota de rodapé:

Gilles Deleuze e Félix Guattari, Kafka: para uma literatura menor, 2003, p. 29.

Eni Puccinelli Orlandi, Eduardo Guimarães e Fernando Tarallo, Vozes e contrastes: discurso na cidade e no campo, 1989, p. 43. 

• Caso o texto tenha mais de três autores, é opcional citá-los todos na referência em nota de rodapé, sendo possível também citar apenas o primeiro, seguido da expressão “et al.” (grafada em itálico). O que for escolhido aqui deve ter igual correspondência na referência completa ao final da submissão.

• É permitido o uso das expressões IdemIbidem e Op. Cit. (grafadas em itálico) nas notas ao pé da página, conforme as seguintes instruções em cada caso:

Idem: expressão que significa “o mesmo”, usada para indicar a consulta a uma obra diferente do autor citado imediatamente acima. Exemplo:

Jean Laplanche, A Sublimação, 2001, p. 29.

IdemA primazia do outro em psicanálise, 1997, p. 56.

Ibidem: expressão que significa “na mesma obra”, usada para indicar a consulta a uma mesma obra citada imediatamente acima. Pode indicar citação de mesma página ou de página diferente da referência anterior. Exemplo:

Jean Laplanche, A Sublimação, 2001, p. 29.

Ibidem, p. 30.

Op. Cit.: expressão que significa “obra citada”, usada para indicar a consulta a uma única obra já citada, mas intercalada à consulta a outra(s) obra(s) de autoria(s) diferente(s). Exemplo:

Jean Laplanche, A Sublimação, 2001, p. 29.

Sigmund Freud, Cinco lições de psicanálise, 1910.

Jean Laplanche, Op. Cit., 2001, p. 30.

• Ao citar um trecho escrito em outra língua que a do idioma original do texto, o trecho original correspondente deve aparecer em nota de rodapé, seguido da referência bibliográfica no formato aqui adotado e da expressão “Tradução minha” ou “Tradução nossa”.

• Caso o(a,s) autor(a,es) do texto seja(m) referenciado(a,s), é necessário excluir a identificação do(a,s) autor(a,es), para preservar a integridade do processo de avaliação por pares. Nesse caso, deve-se substituir o nome/sobrenome do(a,s) autor(a,es) por “AUTOR(A)” em todas as ocorrências.

• Quando não indicar as referências, o uso de notas de rodapé deve restringir-se a explicações e ao fornecimento de dados adicionais. Não usar notas em excesso.

– Destaque de palavras: havendo necessidade de destaque em palavras e expressões, deve-se utilizar sempre o itálico. Não deve ser feito pelo uso de negrito, sublinhado ou aspas (‘simples’ ou “duplas”).

– Figuras (incluem imagens e ilustrações): limitadas ao número máximo de 5 (cinco), exceto para as contribuições no formato de ensaios visuais. As imagens devem estar no formato .jpeg ou .png, com dimensão mínima de 1000 X 1000 pixels. Devem estar inseridas na segunda linha abaixo da porção textual, centralizadas e dispostas na posição da figura do tipo “alinhada ao texto”. Abaixo da figura deve ser inserido o termo “Figura”, com apenas a inicial maiúscula, seguido da numeração consecutiva com números cardinais. Apresenta-se centralizado, sem entrada de parágrafo, com fonte Arial, tamanho 10, em negrito, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 12 pts. antes entre parágrafos. Na linha abaixo, deve ser incluída a respectiva referência. A referência deve indicar autor, título em itálico e ano, com fonte Arial, tamanho 10, centralizada, sem entrada de parágrafo, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos. Informações de técnicas, dimensões, acervo e localização são facultativas. Não deve haver indicação de legenda. Exemplos: 

 

[imagem] 

Figura 1

Marcel Duchamp, Fonte, 1917, fac-símile do artista de 1964.

 

[imagem]

Figura 2

György Ligeti, Poéme Symphonique, 1962.

 

• Recomenda-se que o(a,s) autor(a,es) tenha(m) autorização de uso de imagem sempre que for necessário. A autorização deve ser disponibilizada como “documento suplementar” no ato da submissão.

– Tabelas, quadros e gráficos: devem estar inseridas na segunda linha abaixo da porção textual, centralizadas e dispostas na posição da figura do tipo “alinhada ao texto”. Abaixo do elemento deve ser inserido o termo “Tabela” (ou “Quadro”, ou “Gráfico”), com apenas a inicial maiúscula, seguido da numeração consecutiva com números cardinais. Apresenta-se centralizado, sem entrada de parágrafo, com fonte Arial, tamanho 10, em negrito, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 12 pts. antes entre parágrafos. A legenda deve ser inserida na linha abaixo do termo de identificação do elemento, com apenas a inicial maiúscula, estar centralizada, sem entrada de parágrafo, com fonte Arial, tamanho 10, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos. Na linha abaixo da legenda, deve ser incluída a respectiva referência. A referência deve indicar autor, título em itálico e ano, com fonte Arial, tamanho 10, centralizada, sem entrada de parágrafo, espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos. Exemplos: 

 

[imagem]

Tabela 1

Distribuição absoluta e relativa entre as modalidades do corpus

Fonte: Camargo, 1996.

 

– Referências: as referências bibliográficas completas dos textos consultados devem aparecer ao final da submissão na seção “Referências”. Esse termo deve ser escrito com apenas a inicial maiúscula, alinhamento à esquerda, em fonte Arial, tamanho 12, negrito, sem entrada de parágrafo e precedido de uma linha em branco com espaçamento de 6 pts. antes e de 12 pts. depois entre parágrafos.

• Os textos consultados devem ser ordenados alfabeticamente, estar escritos em fonte Arial, tamanho 12, espaçamento de 1,5 entre linhas, espaçamento de 6 pts. antes e de 12 pts. depois entre parágrafos, alinhamento à esquerda e sem entrada de parágrafo, obedecendo ao seguinte padrão:

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo. Local: Editora, ano.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Kafka: para uma literatura menor. Lisboa: Assírio & Alvin, 2003.

• O elemento “título” da referência deve ser destacado em itálico (não utilizar negrito ou sublinhado). O subtítulo não deve ser destacado.

• Todos os autores devem ser citados pelos nomes e sobrenomes completos. Não utilizar somente as iniciais dos nomes.

• Em caso de texto com mais de um autor, os nomes dos autores devem ser separados por ponto e vírgula.

• Caso o texto tenha quatro autores ou mais, convém citar todos. Opcionalmente, pode-se inserir apenas o primeiro autor, seguido da expressão “et al.” (grafada em itálico).

• No caso de referência de capítulo dentro de livro/monografia, usa-se a expressão “In:” (grafada em itálico).

• Caso se opte pelo uso de elementos complementares nas referências (por exemplo, autoria da tradução, quantidade de páginas, título original, ISBN, etc.), deve-se incluí-los em todas as referências do mesmo tipo de documento.

• Para documentos online (de qualquer tipo), deve-se referenciar o endereço eletrônico, precedido da expressão “Disponível em:” (sem < >) e da data de acesso (com o mês abreviado), precedida da expressão “Acesso em:”. Exemplo: Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/philia/about/submissions#authorGuidelines. Acesso em: 01 jan. 2020.

• No caso de consulta a mais de um material do mesmo autor, deve-se repetir o nome do autor a partir da segundo material. As referências de obras de um mesmo autor devem ser ordenadas cronologicamente, iniciando pela mais antiga. No caso de consulta a materiais de um mesmo autor publicados no mesmo ano, deve-se sequenciar as referências inserindo uma letra minúscula junto ao ano, respeitando-se a ordem alfabética. Exemplos com essas três situações:

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Vinte luas: viagem de Paulmier de Gonneville ao Brasil, 1503-1505. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1996a.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Da cólera ao silêncio. Cadernos de Literatura Brasileira, São Paulo, n. 2, p. 61-77, set. 1996b.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Flores da escrivaninha. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

• Outros exemplos de referências:

Capítulo de livro publicado em obra do mesmo autor: CANDIDO, Antonio. Os primeiros baudelairianos. In: CANDIDO, Antonio. A educação pela noite & outros ensaios. São Paulo: Ática, 1987.

Capítulo de livro publicado sob organização de terceiros: FREUD, Sigmund. Carta de 09 de dezembro de 1989 (1989). In: MASSON, Jeffrey (Org.). A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhem Fliess – 1887-1904. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

Artigo de periódico (especializado ou não – jornais diários, revistas semanais, etc.): MATEUS, Maria Helena Mira. Unidade e variação na língua portuguesa: memória colectiva e memória fraccionada. Organon – Revista do Instituto de Letras da UFRGS, Porto Alegre, v. 8, n. 21, p. 35-42, jan. 1994.

Trabalho de conclusão de curso, dissertação e tese: ANGORAN, Anasthasie Adjoua. Gonçalves de Magalhães, Cruz e Sousa e Solano Trindade: três manifestações da presença francesa na literatura brasileira; um olhar africano. 2004. 381f. Tese (Doutorado em Letras) − Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS.

Página na internet com indicação de autoria: VERAS, Luciana. Riobaldo e Diadorim no meio do redemoinho. Revista Continente, 8 jul. 2018. Disponível em: https://www.revistacontinente.com.br/secoes/reportagem/riobaldo-e-diadorim-no-meio-do-redemoinho. Acesso em: 01 jan. 2020.

Página na internet sem indicação de autoria: LITERATURA. In: WIKIPÉDIA, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Foundation, 2019. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Literatura&oldid=54642281. Acesso em: 01 jan. 2020.

Filme ou documentário: VINGANÇA. Tony Scott (Dir.). Estados Unidos: Hunt Lowry, Paris Filmes, 1989. 1 filme (124 min), son., color., 35mm. Título original: Revenge. Legendas em português.

Pintura, gravura, ilustração, fotografia, entre outros: FERRARI, León. [Sem título]. 1990. Pintura, pastel e tinta acrílica sobre madeira, 160 × 220 × 5 cm.

CD: GLOBO COLLECTION JAZZ. Rio de Janeiro: Globo, 1995. 1 CD com 13 faixas (60min 18seg). Vários intérpretes.

• Para referências de outros tipos de materiais e dúvidas, observar as orientações da NBR 6023:2018 da ABNT.

• Não inserir na seção “Referências” fontes não citadas no trabalho.

 

Normas de submissão específicas para artigos 

– Todos os artigos devem conter resumo em Inglês (abstract), inclusive textos escritos integralmente nas demais línguas aceitas (casos em que título e resumo são também inseridos na língua do texto – e não em Português). Se escritos integralmente em Inglês, os textos devem ter seu segundo título e resumo escritos em Português.

– Resumo na língua do artigo: a palavra “Resumo” (ou: “Abstract”, “Resumen”, “Résumé”, “Zusammenfassung”), escrita em fonte Arial, negrito e tamanho 11, deve ser inserida três linhas em branco com espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos abaixo da identificação do(a,s) autor(a,es). O texto do resumo deve ser escrito uma linha abaixo, ter entre 80 e 120 palavras, ser escrito em fonte Arial, tamanho 11, sem entrada de parágrafo, alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos.

– Palavras-chave: o termo “Palavras-chave” (ou: “Keywords”, “Palabras clave”, “Mots-clés”, “Schlüsselwörter”), escrito em fonte Arial, negrito, tamanho 11 e seguido de dois pontos, deve ser inserido na linha abaixo do resumo. Deve-se indicar de 3 a 5 palavras-chave, com apenas a inicial maiúscula, separadas por ponto, sem entrada de parágrafo, alinhamento justificado e espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos.

– Abstract: a palavra “Abstract”, escrita em fonte Arial, negrito e tamanho 11, deve ser inserida uma linha em branco com espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos abaixo das palavras-chave. O texto do abstract deve ser escrito uma linha abaixo, ter entre 80 e 120 palavras, ser escrito em fonte Arial, tamanho 11, sem entrada de parágrafo, alinhamento justificado e espaçamento simples entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos.

– Keywords: o termo “Keywords”, escrito em fonte Arial, negrito, tamanho 11 e seguido de dois pontos, deve ser inserido na linha abaixo do resumo. Deve-se indicar de 3 a 5 keywords, com apenas a inicial maiúscula, separadas por ponto, sem entrada de parágrafo, alinhamento justificado e espaçamento de 1,0 entre linhas e de 0 (zero) pt. entre parágrafos.

 

Normas de submissão específicas para resenhas

– São aceitas resenhas de obras publicadas há no mínimo 3 e no máximo 5 anos.

– Ficha técnica da obra resenhada: deve ser inserida no alto da segunda página do arquivo, trazendo os seguintes elementos: título completo da obra, nome(s) do(a,s) autor(a,es), nome(s) do(a,s) tradutor(a,es) (se houver), cidade, editora, ano, quantidade de páginas, ano da 1º edição e ISBN. Esses elementos devem estar em fonte Arial, tamanho 12, negrito, centralizados, sem entrada de parágrafo, separados em linhas com espaçamento de 1,5 entre linhas e de 12 pts. antes e 12 pts. depois entre parágrafos.

 

Normas de submissão específicas para traduções

– A tradução deve trazer a referência bibliográfica completa da obra traduzida ao final da submissão, na seção “Referências”.

– A revista exige que a tradução venha acompanhada da autorização do(a,s) autor(a,es) ou editor(a,es) responsável(is) do texto traduzido. A autorização deve ser disponibilizada como “documento suplementar” no ato da submissão.

 

 

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita: não contém plágio e autoplágio; não está sendo avaliada para publicação por outro periódico; e/ou não é parte ou totalidade de trabalhos de conclusão de curso, dissertação ou tese caracterizando autoplágio (quando o uso de textos e trabalhos anteriores do próprio autor não é assinalado, com as devidas referências e citações).

  2. O(s) autor(es) da submissão estão com seus metadados do cadastro atualizados.

  3. A submissão segue os padrões de estilo e formatação descritos nas Diretrizes para Autores, adotando o template disponibilizado pela revista.

  4. Em sendo artigo ou resenha, a identificação de autoria foi removida do texto e das propriedades do arquivo, garantindo o critério de sigilo da autoria no âmbito da avaliação por pares cega, conforme instruções disponíveis nas Diretrizes para Autores.

 

Declaração de Direito Autoral

Seguindo a recomendação do PKP (Público Knowledge Project), nossa revista trabalha com a licença Creative Commons (CC), ou seja, os direitos autorais de trabalhos publicados em PHILIA são compartilhados entre revista e autores, conquanto que os mesmos expressem claramente a partilha.

https://br.creativecommons.org/

 

Política de Privacidade

Os nomes, endereços e demais informações fornecidos para este periódico serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados em nenhuma circunstância para outras finalidades ou a terceiros.