PROCESSOS E PRÁTICAS SÓCIO-ESPACIAIS NO LOTEAMENTO SANTA TEREZINHA EM PORTO ALEGRE/RS

Emilio Luis Silva dos Santos, Tânia Marques Strohaecker

Resumo


O objetivo desta pesquisa é analisar os processos e as práticas sócio-espaciais em um loteamento popular na área central de Porto Alegre/RS - Loteamento Santa Terezinha (antiga Vila Central dos Papeleiros e Vila da Ponte), no bairro Floresta. Os resultados apontam para: ausência de liderança; resistência ao trabalho cooperativado formal; ausência/presença do Estado; pouca valorização da habitação/casa e; tráfico de drogas. Quando analisamos estas cinco características, identificamos uma dinâmica espacial peculiar que transita entre dois aspectos distintos: de um lado a aparente condição de permanência observada pela sociedade em geral, externa ao loteamento e, de outro lado, uma sutil mudança reconhecida por aqueles que trabalham diretamente com a população do Loteamento.


Palavras-chave


Vila dos Papeleiros; Produção do Espaço; Práticas Sócio-Espaciais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.98963

Indexadores


Apoio