SEMIÓTICA PEIRCEANA: CAMINHO(S) PARA O ESTUDO DAS PAISAGENS NO/PELO TURISMO

Jaciel Gustavo Kunz, Antonio Carlos Castrogiovanni

Resumo


Na interface entre Turismo e Geografia, buscamos situar a Semiótica como elo interdisciplinar nos estudos da paisagem. O objetivo geral é delinear uma discussão acerca das possibilidades teórico-conceituais da Semiótica, em especial as do cientista-filósofo Charles S. Peirce (1839-1914). Como objetivos específicos, temos: apresentar brevemente a trajetória das teorias de Peirce; examinar as categorias da experiência propostas pelo autor; e, distinguir os principais modos e relações sígnicas concebidos por ele. Para tal, efetuamos uma revisão literatura da Semiótica (Anglo-saxã), a fim de apresentar, caracterizar e (re)sistematizar as principais contribuições desta. Imagem e fotografia e entremeiam a discussão. Após explanação terminológica, são apontadas algumas situações elucidativas, de aplicação teórica e prática, da Semiótica Peirceana no estudo das paisagens em geral, e das turísticas, em particular.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.98417

Indexadores

 

Apoio