A RPPN ESTADUAL MO´Ã VAI Á ESCOLA:UMA EXPERIÊNCIA NA ESCOLA ALFREDO LENHARDT, ITAARA/RS

Letícia Ramires Corrêa, Tuane Telles Rodrigues

Resumo


A reaproximação do ser humano com a natureza, sempre foi o grande desafio da interpretação ambiental. Que utiliza de diversas técnicas para sensibilizar o individuo para uma mudança de atitude perante a natureza. É desta forma que o referente trabalho busca discutir a relevância do diálogo com alunos nas escolas, quanto técnica interpretativa, tomando como exemplo uma experiência adquirida na E.M.E.F. Alfredo Lenhardt, localizado no município de Itaara, situado na região central do Rio Grande do Sul. Neste trabalho traz-se a experiência com 150 alunos, da referente escola. Esta atividade compôs a programação da Conferencia do meio ambiente que ocorre anualmente na escola. Para a atividade foram abordados subtemas, como Pegada Hídrica, Ciclo da água, Bacia Hidrográfica, Processos e Formas que compõe a Dinâmica Fluvial, correlacionados e exemplificados com a Bacia do Arroio Manuel Alves onde se encontra a área urbana do município. Destaca-se a participação dos alunos durante a atividade, o que torna a técnica eficiente, pela sua articulação e possibilidade de diálogo com o público.


Palavras-chave


Interpretação ambiental. Dinâmica fluvial. Diálogo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.97533

Para Onde!? / ISSN 1982-0003  / DOI https://doi.org/10.22456/1982-0003

Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Rio Grande do Sul


Indexadores e Repositórios

Apoio