A AGRICULTURA FAMILIAR E O TRIPÉ MULTIFUNCIONAL―PLURIATIVA―SUSTENTÁVEL: ATIVIDADES NÃO AGRÍCOLAS TRANSFORMANDO O ESPAÇO AGRÍCOLA

Elba Medeiros Punski dos Santos, Ana Maria Marques Camargo Marangoni

Resumo


Aliando a preocupação mundial com a sustentabilidade e a alimentação saudável aos resultados iniciais insatisfatórios do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), instituições brasileiras planejaram transformações, tanto no processo produtivo quanto na forma de geração de renda, abrangendo, com o crédito do programa, a multifuncionalidade e a pluriatividade sob o contexto da sustentabilidade territorial. Este artigo objetiva discutir essas questões e seu impacto na dinâmica espacial e nas atividades não agrícolas, e a forma com que esses fenômenos são contemplados nas políticas para o setor.


Palavras-chave


Geografia; Análise Territorial; Análise Ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.91777

Comissão Editorial

Programa de Pós-Graduação em Geografia Instituto de Geociências Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
Telefone: 55 51 3308 6569
Fax: 55 51 3308 9843
E-mail: para-onde@ufrgs.br