A DINÂMICA DA URBANIZAÇÃO DESORDENADA NA FAVELA SURURU DE CAPOTE: SEGREGAÇÃO SOCIOESPACIAL E EXCLUSÃO SOCIAL

Andréa Georgia Souza de Araujo, Luciane Maranha de Oliveira Marisco

Resumo


Este trabalho trata da investigação acerca da situação de exclusão (nas dimensões social, econômica, territorial e urbanística) e do processo de segregação socioespacial da população da Favela Sururu de Capote, localizada no bairro da Ponta Grossa em Maceió/AL. Essa população se encontra em um espaço suprimido, vivenciando um urbanismo de risco e uma situação econômica informal, sem o menor direito à cidade.  Os objetivos dessa pesquisa são analisar e explicar os efeitos segregativos da população da Favela Sururu de Capote, excluída socialmente, em sua dimensão geográfica e territorial. O método utilizado é o materialismo histórico dialético. A pesquisa apontou até o momento um conjunto de indicadores negativos relacionados à infraestrutura e equipamentos coletivos.


Palavras-chave


Dinâmica territorial, Exclusão Social, Segregação Sócioespacial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.82665

Comissão Editorial

Programa de Pós-Graduação em Geografia Instituto de Geociências Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Av. Bento Gonçalves, 9500 - Prédio 43113
91.540-000, Porto Alegre, RS, Brasil
Telefone: 55 51 3308 6569
Fax: 55 51 3308 9843
E-mail: para-onde@ufrgs.br