REDES SOCIAIS E PRÁTICAS ESCOLARES: PLATAFORMAS PARA UMA GEOGRAFIA ONLINE

Élida Pasini Tonetto

Resumo


Este estudo analisa as potencialidades e operacionalidades de práticas escolares em Geografia na apropriação das redes sociais online para aprendizagens significativas. Para isso, identificamos os elementos impulsionadores de potencialidades oferecidas pelas plataformas digitais e avaliamos como ocorrem suas operacionalidades no ensino de Geografia. Com estas constatações possibilitaram refletir sobre os elementos que contribuem para implementação de práticas escolares com redes sociais na Geografia. As linhas teóricas da pesquisa estão tramadas entre os conceitos de espaço, ciberespaço e transita também por dois locais fundamentais: o da escola e o das redes, locais estes que permeiam toda a discussão deste estudo. A abordagem teórico-metodológica está amparada nas pesquisas pós-críticas em educação por possibilitarem compreender como se dá o processo de aprender em plataformas digitais a partir de rasgos metodológicos trazidos pelas tecnologias contemporâneas. O Facebook é o lócus para analisar as novas formas de comunicar, que subjetivam os sujeitos e engendram novos formatos de ensinagem. Os resultados apontam diferentes potencialidades e operacionalizadas das redes sociais online, não representando apenas o uso da técnica em sala de aula, mas sim a busca pela construção de processos de aprendizagens significativos em Geografia, através das redes sociais, que representam uma linguagem contemporânea presente no cotidiano dos alunos.

 

 

 


Palavras-chave


Ensino de Geografia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.49916

Para Onde!? / ISSN 1982-0003  / DOI https://doi.org/10.22456/1982-0003

Revista do Programa de Pós-Graduação em Geografia - Instituto de Geociências - Universidade Federal do Rio Grande do Sul


Indexadores e Repositórios

Apoio