Música, geografia e ensino: o diálogo local/global nos movimentos Mangue Beat e Hip Hop

Demetrius Gomes

Resumo


O presente trabalho busca articular a música e o conhecimento geográfico a partir da leitura do lugar através dos movimentos musicais brasileiros, mais especificamente a relação local/global nas obras musicais de Chico Science e Mano Brown expoentes da cena contemporânea das artes nos respectivos movimentos: “Mangue Beat E Hip Hop”. As proposições dos geógrafos sobre o lugar são  colocadas em perspectiva para traçarmos uma relação entre a linguagem cientifica e a linguagem  musical que e a possível aplicação desta no processo de ensino/aprendizagem e também para a pesquisas de fenômenos espaciais engendrados pelas expressões sócio/culturais.


Palavras-chave


Música; Mangue Beat; Racionais; lugar; global; globalização

Texto completo:

VISUALIZAR ARQUIVO PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.36499

Indexadores

 

Apoio