DINÂMICAS E ESPACIALIDADES DAS FEIRAS LIVRES NAS FRONTEIRAS ENTRE BRASIL-BOLÍVIA E BRASIL-PARAGUAI

Éder Damião Goes Kukiel, Érica dos Santos Oliveira, Claudia Vera da Silveira

Resumo


Este trabalho tem como objetivo analisar as dinâmicas e espacialidades feiras livres nas fronteiras entre Brasil-Bolívia e Brasil-Paraguay, nos municípios de Corumbá, Ladário e Ponta Porã, ambos no estado do Mato Grosso do Sul, e a cidade de Pedro Juan Caballero no Departamento de Amambay, Paraguai. Como procedimento metodológico utilizou-se de pesquisa bibliográfica e documental, cartografia e conversas dirigidas com agentes participantes dessa pesquisa. Os resultados indicam que essas feiras localizadas nas cidades fronteiriças representam locais de encontro e trocas, onde se comercializam diversos produtos com destaques para as hortaliças, hortifrutis, roupas e comidas típicas. Verificou-se que a fronteira se faz presente na forma como esses produtos são adquiridos e circulam nesse espaço ou mesmo quando ocorrem às fiscalizações de instituições públicas.


Palavras-chave


Feira livre. Fronteira. Comércio.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-0003.101393

Indexadores

 

Apoio