Edições anteriores

2018

v. 34, n. 65 (2018): LITERATURAS DE LÍNGUA INGLESA: O VITORIANISMO E SEUS DESDOBRAMENTOS

A Era Vitoriana é uma época de contradições e contrastes, na qual uma agenda moralista e conservadora coexiste com o surgimento da modernidade. De acordo com o Professor George P. Landow, da Brown University, “na Inglaterra vitoriana é que se pode observar o surgimento do feminismo, a sindicalização dos trabalhadores, o socialismo, os problemas modernos e as tentativas de solução” (cf. LANDOW, “The Reality of Victorianism”, 1990). Essa clivagem propicia o surgimento de uma literatura fortemente influenciada pela temática do duplo, como vemos em obras de escritores como Oscar Wilde, Edgar Allan Poe, Robert Louis Stevenson, Bram Stoker, Charlotte e Emily Brontë, Herman Melville, Nathaniel Hawthorne, Charles Dickens e tantos outros. Cada qual a seu modo, esses autores traduzem com estilo e lucidez as mudanças ocorridas em seu tempo. Sendo assim, abre-se um espaço tanto para a análise de textos literários produzidos durante a Era Vitoriana, como de suas repercussões em literaturas de outras nacionalidades, de outras épocas, ou em adaptações para outros medias. Esperamos dessa forma abrir espaço – seja para uma reflexão sobre esse período de tantas transformações estéticas, seja para pontuar seus desdobramentos em produções de outros tempos e lugares.







2011

Capa da revista

v. 25, n. 50 (2011): TERMISUL 20 anos: Terminologia, Terminografia e Tradução

Imagem da capa: detalhe das páginas 56 e 57 do Glossário de Gestão Ambiental / Maria da Graça Krieger