Edições anteriores

2020

Organon Revista do Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul número 70 ano 2020

v. 35, n. 70 (2020): Configurações discursivas nas e sobre as Amazônias

Ipê roxo (detalhe). Série Minha Amazônia. Nena Borba. 2021.

v. 35, n. 69 (2020): Estudos do Gótico: de Otranto à contemporaneidade

“Gótico” é um conceito dotado de notável capacidade de adaptação, e ao longo dos últimos séculos tem sido empregado para conceituar uma infinidade de tendências, autores e obras, o que levou à sua transformação em um termo “guarda-chuva” de sentido abrangente e força conceitual cada vez mais polissêmica. Surgida no limiar da modernidade iluminista, a literatura gótica tem se revelado duradoura como a própria modernidade dentro da qual se engendrou, o que se confirma nas sucessivas reedições e atualizações do gênero até os dias de hoje, tanto na literatura quanto em outras mídias. No cenário globalizado e pluralizado da contemporaneidade, categorias do Gótico exógenas ao cenário europeu, como o "American Gothic", o "Southern Gothic" e até mesmo o "Tropical Gothic", vêm ocupando espaço nos trabalhos acadêmicos em um movimento de hibridismo cultural no qual a hegemonia do centro passa a conviver com a pluralidade das margens.









2011

Capa da revista

v. 25, n. 50 (2011): TERMISUL 20 anos: Terminologia, Terminografia e Tradução

Imagem da capa: detalhe das páginas 56 e 57 do Glossário de Gestão Ambiental / Maria da Graça Krieger