REFLEXÕES SOBRE LINGUAGEM E TRADUÇÃO EM CONTEXTOS DE SCANLATION E FANFIC

Isabela Vieira Barbosa, Caique Fernando da Silva Fistarol, Jacqueline Leire Roepke

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar reflexões sobre linguagem e tradução em contextos de scanlation e fanfic. Para tanto foi realizada uma pesquisa qualitativa de cunho etnográfico, cujo instrumento de geração de dados foi a entrevista semiestruturada realizada com um acadêmico do curso superior de Letras a respeito de práticas de scanlation e fanfic. Os dados foram analisados à luz dos Estudos dos Letramentos articulados às tecnologias de informação e comunicação. Os dados sugerem que, os scanlations e as fanfics são novas formas de agir e interagir em meio a práticas vernaculares de leitura e escrita em suporte digital, demonstrando que o sujeito consome, produz e (re)produz. Essas práticas de letramentos vernaculares são vinculadas à literatura, na concepção do participante de pesquisa. Apesar de representarem práticas vernaculares, são concretizadas com cuidados no que toca a tradução dos textos, dentre outras normas.

PALAVRAS-CHAVE: Linguagem. Tradução. Scanlation. Fanfic.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.99879

Direitos autorais 2020 Isabela Vieira Barbosa, Caique Fernando da Silva Fistarol, Jacqueline Leire Roepke

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter