QUERERES DE CAETANO: A CANÇÃO COMO LITERATURA EXPANDIDA

Autores

  • Leandro Ernesto Maia Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-8915.96639

Resumo

Uma canção lê-se com os ouvidos. É um texto onde os elementos musicais também dizem, falam, gritam, concordam e discordam enquanto as palavras transbordam sonoridades cujo sentido é apenas possível em seu contexto musical, transcendendo o texto escrito. A palavra é matéria sônica, a base que estrutura ritmo, imagens e significados. Como ler-escutar canções em seu contexto de literatura expandida? Este artigo aborda procedimentos de análise intracancional e extracancional para o estudo das canções, evitando a separação entre letra e música em O Quereres, de Caetano Veloso.

Palavras-chave: canção popular; análise cancional; Caetano Veloso

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Ernesto Maia, Universidade Federal de Pelotas

Leandro Maia é Doutor em Música (Songwriting) pela Bath Spa University/Reino Unido. Mestre em Literatura Letras (UFRGS). Licenciado em Música (UFRGS). Professor do Centro de Artes da UFPEL dos cursos de Bacharelado em Música. Professor Visitante da Bath Spa University/Reino Unido. Prêmio Ibermúsicas de Composición de Canción Popular, possui cinco prêmios Açorianos de Música pelos discos Palavreio (2008), Mandinho (2012) e Suíte Maria Bonita (2014). Atualmente prepara no seu novo trabalho "Guaipeca: uma ilusão autobiográfica".

Downloads

Publicado

2019-12-09

Como Citar

MAIA, L. E. QUERERES DE CAETANO: A CANÇÃO COMO LITERATURA EXPANDIDA. Organon, Porto Alegre, v. 34, n. 67, p. 1–29, 2019. DOI: 10.22456/2238-8915.96639. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/organon/article/view/96639. Acesso em: 4 jul. 2022.