Lá na infância. Marcas de nascença, de Nancy Huston

Nubia Hanciau

Resumo


Marcas de nascença coloca em perspectiva quatro momentos da existência de quatro membros de uma mesma família, que pertencem a uma geração diferente com uma mesma referência: o sexto ano de cada um. Cada narrador é o ascendente direto do precedente. O romance inicia em 2004 nos Estados Unidos e termina em 1944-1945 em uma Alemanha destruída pela guerra e seus horrores.

O objetivo deste artigo é observar a maneira como os conflitos particulares nessas crianças são afetados por acontecimentos de repercussão mundial. Serão levados em conta fatores tais como: a família – o segredo em torno das filiações – a violência, a busca da identidade, a resiliência dos protagonistas e da própria autora

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.48299

Direitos autorais



E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter