EVOLUÇÕES DO ROMANCE DE FAMÍLIA NA ATUAL LITERATURA DE LÍNGUA ALEMÃ

Helmut Paul Erich Galle

Resumo


O chamado romance de família na literatura de língua alemã passou por uma trajetória muito específica, devido à história do século XX e ao envolvimento de uma geração inteira na política nazista e nos crimes contra a humanidade. As narrativas com enfoque na genealogia familiar produzidas pelas gerações seguintes se destacaram por seu teor autobiográfico e sua necessidade de relacionar-se com a culpa histórica para constituir as identidades dos autores. Grosso modo podem ser distinguidas três fases, nas quais a relação com os pais abrange desde o confronto radical até a continuidade identificadora. O artigo descreve esse processo em vários exemplos literários e discute as diversas contribuições críticas sobre a terminologia e a interpretação do fenômeno.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.48240

Direitos autorais



E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter