DISPERSÃO E HARMONIA VOCÁLICA EM DIALETOS DO PORTUGUÊS DO BRASIL

Filomena Sandalo, Maria Bernadete Abaurre, Magnun Rochel Madruga

Resumo


Neste artigo, buscamos evidência acústica para a harmonia vocálica com base na existência de correlação entre os valores de F1 das vogais pretônicas e tônicas. XXXX & XXXX (2009) mostram que um /a/ tônico não desencadeia harmonia vocálica em dados de Minas Gerais, Espírito Santo e Goiás. Dados de Kentowicz & XXXX (2011), no entanto, sugerem que /a/ desencadeia harmonia em dados de Pernambuco. Neste trabalho, apresentamos uma hipótese preliminar, baseada na dispersão vocálica, acerca do comportamento de vogais tônicas baixas como gatilhos de harmonia pretônica. Nossa análise baseia-se na comparação feita entre dados de Salvador e Porto Alegre e os dados de São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco de Kenstowicz & XXXX.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.37270

Direitos autorais



E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter