PERCURSOS E DISPUTAS DE SENTIDOS E DISCURSIVIDADES NA AMAZÔNIA: A COMUNIDADE DO MACURANY (PARINTINS/AM)

Luiz Carlos Martins de Souza, Almiro Lima da Silva

Resumo


Neste texto elencamos alguns dos percursos e disputas de sentidos e de discursividades recorrentes na Amazônia, em relação e contraste com a vida da comunidade ribeirinha do Macurany (Parintins/Amazonas). Para isso, nos baseamos em algumas obras e interpretações sobre a história da região, sobre comunidades ribeirinhas e indígenas, de modo a avaliarmos e relacionarmos, pela perspectiva materialista de Análise de Discurso, tais interpretações à realidade dessa comunidade ribeirinha de origem indígena, em Parintins, cidade atravessada pelas contradições das formações sociais amazônidas. Assim, percebemos a recorrência das discursividades instaladas e convocadas com a colonização, o que nos indica que precisamos de mais obras artísticas, escolares, acadêmicas e jornalísticas para expormos e dirimirmos os problemas e os efeitos catastróficos da violência simbólica, moral, política, social, econômica e física, causados por essas discursividades.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.103904

Direitos autorais 2021 Organon

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 2238-8915 / ISSN Impresso: 0102-6267


LICENÇA

 

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional


APOIO


BASES E INDEXADORES

 

 

 

  Flag Counter