CONSTRUÇÃO DE UM CAMPO SEMÂNTICO POR MEIO DE PRÁTICA ESPAÇADA EM ENSINO DE LÍNGUAS ADICIONAIS ONLINE

Lúcia Rottava, Antônio Márcio da Silva

Resumo


Este artigo foca na construção de campo semântico em algumas atividades relacionadas ao ensino de língua estrangeira por meio de tecnologias em tempo de isolamento social no Reino Unido. Por campo semântico entende-se como sendo uma das variáveis do contexto de situação, definido pela Linguística Sistêmico-Funcional de Halliday, responsável pela construção da experiência do mundo que nos cerca e do mundo criado em nossa consciência como resultante das práticas sociais vivenciadas.  O objetivo é analisar como o campo semântico é construído por meio de unidades temáticas que tem como propósito ensinar o conteúdo programático estabelecido para o ensino básico no Reino Unido. O artigo apresenta algumas tarefas e discute seu propósito e funcionalidade em atividades virtuais no ensino remoto e destaca a importância da “prática espaçada” como forma de ajudar os aprendizes na construção do conhecimento linguístico em termos de vocabulário, estruturas linguísticas e aspectos culturais que entram em jogo no campo semântico.

PALAVRAS-CHAVE: Campo semântico; prática espaçada; língua adicional; novas tecnologias; Gsuite.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.103790

Direitos autorais 2020 Lúcia Rottava, Antônio Márcio Da Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 22388915 / ISSN Impresso: 0102-6267

LICENÇA

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

INDEXADORES

  

     

   

 

           Imagen relacionada

   

Flag Counter