PRÁTICAS DISCURSIVAS RITUAIS PRÉ-AMAZÔNICAS: FESTA DO MOQUEADO DA TRIBO TENETEHARA/GUAJAJARA

Sueli Maria Ramos da Silva

Resumo


Esta proposta consiste em estudo teórico epistemológico que tem como premissa estabelecer algumas discussões em referência aos subsídios propostos pela semiótica discursiva, apoiando-se em seus recentes desdobramentos tensivos, notamente por meio da análise práticas folclorísticas rituais. Nos propomos realizar a depreensão do sentido das práticas discursivas rituais pré-amazônicas, tendo como cerne a análise da Festa do Moqueado, “WYRAU’HAW, Festa da menina-moça do povo indígena Tenetehara/Guajajara”, presente na região pré-amazônica. Temos, ainda, como bases teóricas, a noção de práticas semióticas elaboradas por Fontanille (2008), assim como os estudos desenvolvidos por Turner (2013) e Gnepp (2013) acerca das particularidades sociais e simbólicas da modalidade estrutural ou metaestrutural do interelacionamento social do rito e da celebração e cerimoniais. Esperamos, por meio deste estudo, lançar as bases para desenvolvimento das pesquisas que se tem realizado em âmbito semiótico acerca de práticas folclorísticas, tendo por base o estudo da liturgia ritual de determinadas práticas sociais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.103356

Direitos autorais 2021 Organon

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

E-ISSN: 2238-8915 / ISSN Impresso: 0102-6267


LICENÇA

 

Os artigos publicados na revista estão sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional


APOIO


BASES E INDEXADORES

 

 

 

  Flag Counter