Reverberações simbólicas no Google Trends: uma análise do imaginário na internet

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1807-8583202152.98924

Palavras-chave:

Imaginário, Arquétipo, Google Trends, Símbolo, Tânatos

Resumo

O texto propõe uma análise dos termos mais pesquisados da plataforma Google nos últimos dez anos, visando mapear, pela ferramenta Google Trends, a irrupção de conteúdos do imaginário na comunicação em rede. Buscou-se uma adaptação da proposta de Mitodologia de Gilbert Durand para se identificar o mito que irrompe na mídia eletrônica. A partir desses dados levantados, propôs-se uma reflexão sobre o Arquétipo de Tânatos e seus desdobramentos simbólicos para a sociedade mediática, questionando acerca do papel dos meios de comunicação e das práticas comunicativas nesse cenário cultural que elege a morte como seu símbolo diretor. Recorreu-se às contribuições da Teoria do Imaginário, Teoria da Comunicação e da Mídia, estabelecendo cruzamentos teóricos que nos forneçam ferramentas cognitivas para pensar a contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Malena Segura Contrera, UNIP Universidade Paulista

Malena Segura Contrera é doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001). Realizou pós-doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob supervisão do Prof. Dr. Muniz Sodré (bolsa CNPq, 2007-2008) e estágios de pesquisa em Sevilha, Espanha, sobre Política da Comunicação (2000), em Viena, Áustria, sobre Multiculturalismo e Mídia (1998) e em Berlin, Alemanha, sobre Mimese e Rituais Mediáticos (2010). É também especialista em Psicologia Junguiana (FACIS-IJEP, 2013) e terapeuta junguiana. Atualmente é professora titular dos cursos de mestrado e doutorado em Comunicação da Universidade Paulista. Foi durante vários anos (até 2006) professora da Faculdade de Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde implantou e coordenou o curso de Jornalismo (1999 a 2004). Seus interesses de pesquisa são Teoria da Comunicação, Culturas Arcaicas, Cultura Contemporânea, Mídia Eletrônica (televisão em especial), Mitologia e Psicologia Junguiana. É autora dos livros O mito na mídia (1996), Mídia e Pânico (2002), Jornalismo e Realidade (2004), Mediosfera (2010) e de diversos outros artigos e capítulos de livros em coletâneas e revistas científicas, tanto no Brasil como no Chile e na Espanha. É membro do Centro Interdisciplinar de Pesquisas em Semiótica da Cultura e da Midia, da PUC/SP (CISC) desde sua fundação (1992), e atual líder do Grupo de Pesquisa em Mídia e Estudos do Imaginario, da UNIP (desde 2005). É bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq.

Leonardo Souza Torres, UNIP - Universidade Paulista

Doutorando em Comunicação e Cultura Midiática da Universidade Paulista de São Paulo. Bolsista CAPES PROSUP. É também mestre em Comunicação pela mesma universidade. No mestrado, foi gratificado com Bolsa da CAPES PROSUP - dedicação exclusiva. É Representante Discente no Doutorado. Pós-graduando em Psicologia Analítica pelo Instituto Junguiano e Ensino e Pesquisa. Possui graduação em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda pelas Faculdades Dom Bosco do Rio de Janeiro. Produziu eventos como TEDxAEDB, IX Simpósio da ABCiber e VI ComCult. Pesquisa o imaginário técnico e tecnológico, a tecnossacralidade e suas relações na sociedade e na cultura. E também, pesquisa o Contágio Psíquico e Imaginário. É membro do Grupo de Pesquisa Mídia e Imaginário. E ainda, é/foi docente na pós-graduação e na graduação da UNICID, UMC e UNIP. ReseacherID: G-7222-2018. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-0511-8775

Downloads

Publicado

2021-09-14

Como Citar

Contrera, M. S., e L. S. Torres. “Reverberações simbólicas No Google Trends: Uma análise Do imaginário Na Internet”. Intexto, nº 52, setembro de 2021, p. 98924, doi:10.19132/1807-8583202152.98924.

Edição

Seção

Artigos