Apontamentos sobre a formação do dispositivo do olhar no cinema

Ana Maria Acker

Resumo


O artigo traz alguns apontamentos sobre o dispositivo na formação do olhar do espectador dentro do filme e problematiza até que ponto as novas tecnologias revolucionam os modos de ver e fruir as imagens em movimento. O dispositivo do olhar é pensado como o comportamento visual organizado na narrativa e as estratégias deste para afetar a forma de ver do público, os respectivos discursos em intentar o apelo sensível. Autores como Friedrich Kittler, Hans Ulrich Gumbrecht, Giorgio Agamben, Jonathan Crary, Marilena Chauí, Michel Foucault e Laurent Mannoni serviram de base para a reflexão. A discussão começa com aspectos teóricos em torno do conceito e se estende para os processos de formação do olhar ao longo do tempo por meio de alguns instrumentos visuais anteriores ao cinematógrafo. Tais objetos deixaram rastros no modo como a visão se compõe diante de telas e nas subjetividades derivadas da relação humana com esses artefatos.


Palavras-chave


Dispositivo. Olhar. Cinema. Tecnologia. Imagem. Comunicação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-858320190.%25p



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)