Ensaio em forma de tweets: sentidos e relatos de Martín-Barbero

Omar Rincon

Resumo


Esse ensaio reflete sobre as frases mais citadas de Jesús MartínBarbero, cujo tom aforístico pode adotar a “figura narrativa” de um tweet. Martín-Barbero não tem uma conta no Twitter, nem escreve tuites, mas ele foi socializado com frases fortes que podem ser difundidas e socializadas no estilo do Twitter: poucas palavras, com grandes significados e com impacto emocional. Reflete sobre quatro tuites: “você tem de perder o objeto para ganhar o processo”; você tem que ir dos meios às mediações; “não podemos nos salvar da questão do popular, nem do massivo, nem do popular massivo”; e “investigar a comunicação é ver com os outros”. Afirma-se que Martín-Barbero nos convida a pensar a partir do Sul, e isso implica investigar e imaginar colocando o corpo e ganhando a narrativa.

Palavras-chave


Martín-Barbero. Mediações. Popular. Comunicação. Sul.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201843.223-236



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)