A reincidência do acontecimento no discurso jornalístico

Beatriz Alcaraz Marocco

Resumo


Este texto pretende esboçar um percurso teórico-metodológico para a compreensão da reincidência de um acontecimento arcano na reportagem “Cartão-postal do abandono”, publicada em Zero Hora na edição de 10 e 11/12/2016. O projeto do governo brasileiro de repressão à ociosidade e as profissões desonestas (Projectus 13 A-1888) ocupa uma zona de sombra no conjunto de informações operadas pelo repórter de ZH. Em diferentes condições históricas de possibilidade, na virada do século XIX, a imprensa incluiu os indivíduos que desafiavam a ordem e o progresso nas cidades, para excluí-los da sociedade (Marocco, 2014). Na atualidade, o repórter tece uma polifonia de vozes que produziram o mesmo sentido da exclusão social sobre outros personagens. Análise enunciativa de uma heterogeneidade de discursos lança luz sobre as relações de poder na produção de relatos jornalísticos.


Palavras-chave


Acontecimento 1. Discurso jornalístico 2. Exclusão social 3.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-858320190.%25p



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)