Práticas sociais da vida cotidiana: o processo comunicacional em perspectiva dialógica

Humberto Ivan Keske

Resumo


O presente trabalho tem como proposta a revisão de alguns pressupostos da obra bakhtiniana no que concernem às noções de enunciação, sujeito e dialogismo. Retrabalha as questões ligadas à produção do sentido e da significação de um determinado enunciado a partir de uma perspectiva interdiscursiva e social, onde o significado realiza-se através de um conjunto complexo de fatores, de sujeitos em atos de fala, de intertextos, de interditos, de não-ditos. Problematiza o processo comunicacional enquanto construto renovável que se dá em signos e através de signos.

Palavras-chave


Enunciação. Dialogismo. Sujeito.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)