Uma voz que se propaga: ações de Social TV e propagabilidade através do The Voice US

Mateus Vilela

Resumo


Em um contexto em que as opções de entretenimento são cada vez maiores e de mais fácil acesso, a televisão tem buscado maneiras de fidelizar o público, bem como de atrair novos espectadores. A internet, que aparentava ameaçar a hegemonia da TV, tem sido uma grande aliada nessa tarefa, principalmente no uso das redes sociais. Nesse ambiente, o talent show norte-americano The Voice tem-se mostrado bastante eficiente em dialogar com a audiência, propiciando ações de Social TV e propagabilidade de conteúdos. Na busca por investigar as sinergias entre audiência, emissores e redes sociais, encontramos estratégias envolvendo aplicativos, vídeos de bastidores, spoilers, linguagem mais coloquial, hashtags e possibilidades de alteração do fluxo narrativo através de pesquisa bibliográfica e análise documental, tendo em vista a natureza do objeto empírico.


Palavras-chave


Televisão; Redes Sociais; Social TV; Propagabilidade; The Voice.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1807-8583201944.204-217



Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)